Categorias
Cultura Geral

“Robô não solta pum” o livro de André Abujamra adormecido por 15 anos

Em 2005, André Abujamra rascunhava aquele que seria 15 anos mais tarde o seu livro de estreia no universo da literatura – uma das sete formas de arte que, até então, ele não havia experimentado. Escrito em uma época em que os filhos José e Pedro eram pequenos, Robô não solta pum revela os pensamentos e os devaneios de um pai sem conseguir dormir direito há dias.

Publicada pela Saíra Editorial, a obra do renomado músico, ator e multi-instrumentalista brasileiro concede asas à imaginação das crianças ao deixar a tradicional pergunta “mas por quê?” ainda mais divertida e desafiadora. Ele abre questionamentos sobre temas triviais do cotidiano, como a origem das palavras “barbante” e “algodão-doce”, e dicotomias, como o claro e o escuro, o céu e o mar.

A frase Robô não solta pum, que dá nome ao livro, é uma das obviedades trazidas pelo autor para divertir os pequenos leitores ao longo das 32 páginas da obra. Já as indagações – muitas vezes sem respostas – fazem convite a jovens, papais, mamães e avós para se libertarem das amarras impostas pela vida adulta. O objetivo? Ajudar a deixar a rotina mais leve com as ideias livres para questionar sem medo e, até mesmo, bolar teorias próprias e mudar conceitos.

“Por que bicho não fala? Será que não fala mesmo?
E se fala, por que a gente não entende?
Então, eu acho que japonês não fala;
eu não entendo japonês.”
(Robô não solta pum, pág. 20)

O livro ganhou mais vida com as ilustrações da artista plástica Ana Paula Oliveira, que se inspirou em desenhos da filha Jade e usou diversas técnicas de desenho e colagem para formar as imagens. As composições trazem ainda mais força ao “livre pensar”, convidando crianças, jovens e adultos a libertar a criatividade e alçar voos mais altos junto das indagações e das percepções de Abujamra.

Esse talento para incentivar a criatividade e a imaginação por meio da arte é herança do pai, Antônio Abujamra (in memoriam), que foi um dos mais aclamados atores e diretores do teatro brasileiro. André também busca inspirar todas as idades por meio da música, com produções próprias sobre o amor, a cultura brasileira e temas do dia a dia.

Sinopse: Quem foi que disse que isso é isso e não é aquilo ou que aquilo é aquilo e não é isso? Ou por que é tão difícil entender que isso pode ser isso simplesmente ou simplesmente não ser nem isso nem aquilo? Quando se libera o pensamento das amarras que a vida adulta quase sempre impõe, as ideias ficam mais livres para explicarem tudo de forma mais fácil ou até modificarem certos conceitos. É o que os pensamentos de André Abujamra nos colocam: o livre pensar é o elemento essencial da criatividade que permite a crianças, jovens e até adultos alçar voos mais altos. Por meio dos pensamentos de um pai sem dormir há 20 dias, somos levados a refletir sobre as coisas mais triviais e até mesmo a pensar de outro modo a respeito de coisas já pensadas antes de nós.

Sobre o autor: Filho de um dos grandes atores do teatro brasileiro, Antônio Abujamra (in memoriam), André Abujamra herdou do pai o talento e a necessidade de provocar a ordem vigente. Em mais de 40 anos de carreira, se firmou como um dos grandes artistas criativos do Brasil. Multiartista, André é cantor, compositor, guitarrista, percussionista, pianista, produtor musical, ator e diretor de teatro e cinema. Iniciou a carreira artística nos palcos em 1985, em parceria com Maurício Pereira, na banda Os mulheres negras. Em 1994, estreou a banda Karnak, e seu disco de estreia foi considerado pela revista americana Rolling Stone um dos melhores lançamentos da década de 1990.

Sobre a ilustradora: Ana Paula Oliveira é artista plástica e trabalha com diversas linguagens e mídias, como escultura, desenho e vídeos. Desde 2000 realiza exposições em várias instituições, como museus e galerias, no Brasil e no exterior. Destacou-se e ganhou alguns prêmios, e tem obras em acervos importantes. Nas ilustrações deste livro utilizou desenhos de sua filha Jade, além de diversas técnicas de desenho e colagem, para compor as imagens que acompanham o texto.

Redes sociais
Instagram: @sairaeditorial | @andre_abujamra
Site: www.sairaeditorial.com.br

#ClickFato #ClaudeLopes #LivroRoboNaoSoltaPum #AndreAbujamra #SairaEditorial #ArtistaPlasticaAnaPaulaOliveira

Categorias
Geral Musica

DJ Camilla Brunetta dá cinco dicas de playlists ideais para corrida

Janeiro é o mês oficial das metas e objetivos, e a promessa de começar a praticar algum tipo de esporte está sempre na lista. Correr pode ser uma boa escolha, já que é um dos exercícios mais benéficos para a mente e para o corpo, de acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). E quando a motivação demora a chegar, a música é a principal aliada para dar mais ânimo e deixar o treino ainda mais prazeroso. Assim, a DJ Camilla Brunetta — que já foi capitã carioca do Adidas Runners e é um dos maiores nomes das pistas de dança do Rio de Janeiro — selecionou cinco playlists, com canções que transitam entre o pop e o funk, para acompanhar a corrida e que vão ajudar a dar um gás ao longo do trajeto.

“Música é minha vida; não só pelo meu trabalho, mas por todas as sensações que ela me proporciona. Tenho uma playlist certa para cada mood, então no esporte não é diferente. Cada estilo vai me ajudar a entrar no clima que eu preciso para concluir o treino ou melhorar meu desempenho, por isso selecionei as músicas de acordo com a necessidade do momento”, conta a DJ. As playlists podem ser encontradas no perfil da artista no Spotify.

1 – Para começar nos treinos
Playlist: Run, Cami, Run
A mais eclética das listas, nesta seleção a DJ traz grandes hits da música eletrônica, mesclados com clássicos do pop rock, funk e hip hop. A variedade de estilos estimula diversas sensações ao longo da corrida.

2 – Para melhorar o humor e correr
Playlist: In a good mood
Daqueles músicas que mudam qualquer astral, essa é a ideia desta playlist. Aqui, sucessos do pop internacional se encontram para ativar o bom humor do corredor.

3 – Para animar
Playlist: Funk by Camilla Brunetta
Há quem diga que não existe ritmo melhor para animar uma festa que o funk. E a DJ é a prova de que dá certo, já que é o estilo majoritário de seus setlists. Aqui, a artista selecionou desde os mais nostálgicos aos últimos lançamentos.

4 – Para espantar o cansaço e ir pra cima
Playlist: 2000’s tour
Relembrar é viver, por isso não poderia faltar uma lista com as músicas mais tocadas do início dos anos 2000, época de ouro do pop internacional, que vão ajudar a deixar o cansaço e a preguiça de lado.

5 – Para fazer companhia nos treinos
Playlist: Latinas by Camilla Brunetta
Com o bom humor, a motivação e o ânimo em dia, agora é só aproveitar o trajeto acompanhado de hits assinados por J Balvin, Nicky Jam, Maluma, Shakira, e mais nomes da música latina contemporânea.

Sobre Camilla Brunetta
Sinônimo de energia, a DJ Camilla Brunetta é um dos principais nomes das pistas de dança do Rio de Janeiro. Autodidata, a DJ é dona do remix do hit “Várias Queixas, do aclamado trio Gilsons — um dos singles mais ouvidos em 2020 — e já coleciona mais de 2,3 mil horas de shows ao longo dos oito anos agitando as festas mais badaladas da capital carioca com seu setlist personalizado, contagiante, de sonoridade bem brasileira e criativa.

Para 2021, Camilla Brunetta prepara novidades que vão desde parcerias inéditas a hits autorais e prometem agitar as pistas de todo o país.

#ClickFato #ClaudeLopes #CamillaBrunetta #

Categorias
Cultura Geral Noticias

Viver é melhor que sonhar – Os últimos caminhos de Belchior

Antônio Carlos Belchior é autor de um dos gestos mais intrigantes da história recente da Música Popular Brasileira. Artista respeitado, dono de um repertório do qual qualquer músico poderia se orgulhar, carreira de sucesso, padrão de vida confortável, cercado de amigos, cercado de mulheres. Com 60 anos recém-completos, deixou tudo isso para trás, rumo a uma jornada incerta e anônima pelo sul do país, que terminaria com sua morte dez anos depois. Não explicou a ninguém o motivo do seu desaparecimento, não pediu dinheiro emprestado aos amigos, só deu um telefonema a um dos filhos durante este período. Em companhia de uma nova produtora e amante, Edna Assunção de Araujo, de pseudônimo Edna Prometheu, percorreu dezenas de cidades, viu de longe seu patrimônio ir embora, foi caçado pela justiça e pela imprensa, dormiu em locais abandonados, dependeu da caridade de desconhecidos, foi expulso de casas por pessoas que o abrigavam, e não retrocedeu.

 

Por que Belchior agiu assim? Esta pergunta foi feita por muitos fãs, familiares, colegas e amigos. Um mistério para a maioria das pessoas que jamais compreenderam as motivações do artista. Esta mesma questão moveu particularmente dois jornalistas e doutorandos em Literatura no exato momento em que viviam uma transformação, em que se especializavam no mundo acadêmico com o intuito de se firmarem cada vez mais como pesquisadores, também fãs do cantor e interessados em mergulhar em suas origens. Assim nasceu este livro, que designamos road book por ter sido produzido enquanto percorríamos as paralelas anteriormente percorridas pelo nosso objeto de estudo.

Para chegar ao fundo desta questão, percorremos cidades por onde o cantor passou, antes e depois do sumiço. Fomos ao Rio Grande do Sul, seguimos para o Uruguai, depois para São Paulo e finalmente chegamos no Ceará. Andamos de trás para frente: fomos do lugar onde ele morreu até o lugar onde ele nasceu. Neste trajeto, entrevistamos pessoas que tiveram contato com ele, conhecemos locais onde ele se hospedou, dormimos em camas onde ele dormiu, reviramos suas malas deixadas para trás. Consultamos processos e documentos que levavam seu nome e anotações pessoais, perturbamos sua família com perguntas indiscretas, choramos com alguns depoimentos, entrevistamos suas amantes, seus advogados, seus amigos de infância. Ao longo da investigação, no entanto, não conseguimos distinguir os limites entre a vida íntima do homem e a vida pública do artista. Estava tudo embaralhado num mesmo cesto que era necessário examinar para compreender suas motivações mais profundas. Ao lado das músicas, dos livros, dos depoimentos, absorvemos também as fofocas, as picuinhas, as maledicências. Nossas facetas jornalísticas e pesquisadoras estavam separadas por uma linha bastante tênue.

 

Nas páginas do road book “Viver é melhor que sonhar – Os últimos caminhos de Belchior” (Sonora Editora) – que está em pré-venda e deve ser lançado entre fevereiro e março – o leitor vai acompanhar o nosso processo de descoberta. Um trajeto cheio de percalços, pequenas decepções, grandes alegrias, com muitas versões de uma mesma história narradas pelas diversas testemunhas que acompanharam a tragédia daquele grande artista. Nos dez últimos anos antes da sua morte, Belchior viveu de maneira insólita e extraordinária, conhecendo pessoas diversas, lugares interessantes e relações inusitadas, com fãs perplexos que abrigaram um astro da música em suas casas sem saber muito bem por que ele estava ali. Em parte, o astro buscou este caminho; em parte, foi conduzido a ele. Acompanhar os seus passos nos abriu para uma compreensão mais madura da existência de um grande artista, e da própria sociedade que o cerca. Esperamos que o leitor possa compartilhar esta descoberta.

Sobre os autores:
Formada em Jornalismo e em Letras (Português/Italiano), Chris Fuscaldo é escritora, jornalista e cantautora, além de mestra e doutora em Literatura, Cultura e Contemporaneidade. Trabalhou nos jornais Extra e O Globo, e colaborou para diversas revistas brasileiras, entre elas MTV e Rolling Stone. Em 2015, foi responsável pela pesquisa do livro “Rock in Rio 30 Anos” (Ed. 5W). No ano seguinte, estreou como escritora em “Discobiografia Legionária” (Ed. LeYa). Em 2017, estreou como cantora e compositora no álbum “Mundo Ficção”. Em 2018 lançou o livro “Discobiografia Mutante: Álbuns que Revolucionaram a Música Brasileira” (troféu Prêmio Profissionais da Música) e, com ele, fundou sua própria editora, a Garota FM Books.

Formado em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, mestre em Artes pela Universidade Federal Fluminense, doutor em Literatura Brasileira pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Marcelo Bortoloti organizou o livro “Correspondência Carlos Drummond de Andrade e Ribeiro Couto” (Ed. Unesp).

Sobre a pré-venda
“Viver é melhor que sonhar – Os últimos caminhos de Belchior” entrou em pré-venda na segunda-feira (18/01), através do site Benfeitoria (http://Benfei.to/belchior), com diversas recompensas (livro + camiseta; livro + book bag; livro + LP “Alucinação”; etc).

 

 

#ToNaMidia #ClaudeLopes #LivroVivereMelhorQueSonhar #OsUltimosCaminhosDeBelchior #ChrisFuscaldo #MarceloBortoloti

Categorias
Destaque Geral Musica

Reginaldo Sama vencedor da Dança dos Famosos lança música “Amor Proibido”

Reginaldo Sama é privilegiado. Consegue transitar com facilidade em diversas formas de manifestação artística. A partir disso, fez do sonho de trabalhar com a arte algo muito maior, já que é ativo em áreas como dança, canto e dramaturgia. Em um novo passo na carreira de cantor, lança o single “Amor Proibido”, música convidativa à dança produzida por Lucas Medina, direção artística de Renato Patriarca e Rick Bonadio e que já está disponível em todas as plataformas digitais.

“Amor Proibido” foi inspirado em ritmos latinos, em especial na bachata, estilo musical nascido na República Dominicana na década de 1960. Como Sama é um artista completo, que canta, dança e atua, sua vontade era mostrar como é possível trazer a dança para dentro da composição. Uma música forte em percussão, suingada e mais que dançante.

A letra fala, claro, de amores proibidos, brinca com o que acontece em cenas de novelas que envolvem temas picantes e censuráveis, mas também fala de dança, bolero, tango e chá-chá-chá.

Sama começou na música ainda menino, quando fazia parte dos corais das igrejas que frequentava. Cantar, dançar e interpretar são gostos que ele teve sorte e competência de transformar em trabalho com o passar dos anos. Dos três, a dança ganhou maior espaço em sua vida e foi a partir dela que muitas portas posteriormente se abriram.  Demonstrou interesse em teatro musical e foi a partir desse passo que decidiu se aprofundar no canto e na interpretação como outras perspectivas para sua carreira. Isso, claro, sem nunca largar a dança.

Quando decidiu dar um passo além na carreira, procurou pelo Midas Music pelo reconhecimento de Rick e sua equipe no lançamento de grandes nomes da música nacional. Ele sabia que deixar essa incumbência nas mãos de quem já revelou tantos artistas lhe traria tranquilidade para focar em outras áreas de sua carreira.

Reginaldo Sama é bicampeão do quadro “Dança dos Famosos” do Domingão do Faustão. Suas qualidades vão muito além de um exímio dançarino e professor de dança, algo que já demonstrou no programa por diversos anos consecutivos. E hoje, graças a esse mergulho na música, seus predicados como cantor também podem ser apreciados por todos nós!

#ClickFato #ClaudeLopes #ReginaldoSama #AmorProibido #DançasDosFamosos #RickBonadio #Lucas Medina #RenatoPatriarca

 

Categorias
Empreedorismo Geral

Zeca Baleiro fecha parceria com a Chico Rei Camisetas

As parcerias com artistas já começaram este ano na Chico Rei, e-commerce nacional líder no segmento de camisetas criativas e personalizadas, que anuncia o lançamento inédito da coleção Zeca Baleiro. As estampas passeiam pelas canções Calma aí, Coração; Meu amor, minha flor, minha menina e Minha Casa em três opções de ilustrações repletas de tipografia e muita poesia. As letras de Zeca Baleiro estampam camisetas, canecas, posters e capas de celular.

2020 foi um ano especial para a Chico Rei, fechamos parcerias com artistas brasileiros que admiramos  em estampas desenvolvidas com carinho pelo nosso time de criação. É muito bacana poder iniciar 2021 com um nome tão talentoso como Zeca Baleiro”, comenta Bruno Imbrizi, CEO da Chico Rei.

Toda a coleção da Chico Rei é feita artesanalmente com fibra 100% natural de algodão sustentável, refinada e penteada, além de ser vegana atestada pelo selo PETA, que garante que os produtos da linha de vestuário da Chico Rei (camisetas e moletons) não empregam qualquer tipo de exploração animal em seus processos de produção, seja nos componentes ou nas práticas.

Sobre a Chico Rei
A Chico Rei é a maior plataforma online no segmento de camisetas criativas e personalizadas do Brasil, são mais de três mil ilustrações aplicadas em produtos criativos. Desde 2019, todos os seus produtos têm parte da renda revertida em impacto social através do selo Camisetas Mudam o Mundo. No primeiro ano do projeto, o foco foi melhorar as condições da Escola Municipal Santos Dumont, com 800 alunos, vizinha de bairro da empresa, em Juiz de Fora. Em 2020 foi inaugurada a célula de produção na Penitenciária masculina Professor Ariosvaldo Campos Pires, em uma aposta de ressocialização pelo trabalho.

#ClickFato #ClaudeLopes #ZecaBaleiro #ChicoReiCamisetas #BrunoImbriz #VCRPBrasil

Categorias
Destaque Geral influencer

Humorista ‘Talokudo’ um dos maiores sucesso na internet, aposta de 2021 e mira TV

Durante a pandemia ele decolou como um foguete, a custo de muito trabalho é claro. O humorista mossoroense ‘Talokudo’ objetivou criar um vídeo por dia e publicar no seu canal e nas redes sociais, para isso, trocou literalmente a dia pela noite e as noites foram incansáveis, pois as gravações geralmente terminavam quando o sol já raiava.

As personagens da família mais louca do Brasil, Ketley, Kátia, Dona Jacinta e Jéssica, ganharam roteiros com os mais variados temas, conhecer a praia, especial de natal, e atirei o pau no gato estão no rol dos vídeos.

Tanto esforço e trabalho a recompensa veio com números multiplicados, seu canal em agosto de 2020 ultrapassou 100 mil inscritos, porém de lá pra cá foi um dos youtubers que mais cresceu na plataforma cerca quase 700% de aumento de inscritos, tendo hoje mais 690 mil (690K), superando a marca de 86 milhões de visualizações. Atualmente seus vídeos tão logo sejam postados ganha destaque no Youtube, sendo classificado como ‘Vídeo em Alta’ chegando a ficar em primeiro lugar dos mais assistidos, logo atinge a casa de meio milhão em um dia.

Nas redes sociais não foram diferentes, em pouco mais de cinco meses seu instagram pulou de 58K para 290K, já na rede TiK Tok o salto foi bem mais alto de 244K foi para 2.4M, ultrapassando 44 milhões de curtidas. O sucesso já lhe rendeu algumas parcerias emprestando suas personagens para propaganda da Renault, Faculdade UniNassal e Claro.

Recentemente lançou um desafio no instagram onde seus seguidores deveriam enviar um vídeo dançando a música da personagem Kátia, ‘Ai Eu Tô Passada’, “Ai eu tô passada, aí eu tô passada, é tanto boy na minha cidade e eu aqui sem fazer nada.” diz a letra da música. Fato é que uma enxurrada de vídeos chegou, surpreendendo o intrépido humorista.

Meu objetivo é fazer você sorrir, as pessoas precisam sorrir todos os dias, e fico feliz que meus vídeos tem ajudado”, diz ‘Talokudo’ que já participou do Legendários e foi vencedor do quadro ‘Gonga la Gonga’ caldeirão do Huck da Rede Globo.

TALOKUDO
SHOW DE HUMOR   |   STAND UP COMEDY   |  PALESTRAS MOTIVACIONAIS   |  VÍDEO MAKER
INSTAGRAM  @talokudo  +  290K
FACEBOOK  talokudo  +  164K
YOUTUBE  talokudo  +  690K  + 86mi Visualizações
TIK TOK  talokudo  +  2.4M  +  44.8M Curtidas

SHOWS:
www.talokudo.com.br

#ClickFato #ClaudeLopes #Talokudo #Katia #Ketley #DonaJacinta #Influencer #Humorista

 

Categorias
Destaque Geral Musica

Luan Estilizado lança clipe de “Tá Faltando Eu” em parceria com Jerry Smith

Após viralizar na internet e alcançar o Top 100 do Spotify, Luan Estilizado sela parceria com o funkeiro Jerry Smith com o lançamento de “Tá Faltando Eu”. Gravado na praia do Francês, em Alagoas, o forrozeiro conta como surgiu essa parceria: “Quando lancei a música, em novembro, recebi uma mensagem do Jerry Smith falando que a canção era ‘pipoco’ e perguntou se eu faria feat com alguém”, conta o cantor.

“Inicialmente, iria trabalhar nela sozinho, mas depois fiquei pensando nessa parceria, já que a música ficaria bem legal com a voz dele, também. Foi então que decidi convidá-lo para essa colaboração, que ele topou na hora e não quis mudar em nada a produção musical. Estou muito feliz com o resultado dessa parceria”, finaliza Luan.

Jerry lembra a amizade dos artistas e comemora o resultado do projeto: “Eu e o Luan somos amigos e em um dos nossos papos surgiu a ideia de regravar a música. Fui até Maceió para a gravação do clipe, que está com um clima muito bacana. Estou muito feliz com o resultado e com essa parceria”, conta.

“Tá Faltando Eu” faz parte do EP que leva o mesmo nome do single, e que já é sucesso pelo Brasil, além de viralizar no TikTok, ganhando milhares de versões – inclusive de Lorena Improta. A faixa também alcançou a 87ª posição no Spotify e figurou entre as Top 50 Viral do Brasil.

#ClickFato #ClaudeLopes #LuanEstilizadoTaFaltandoEu #JerrySmith #Forro #Forrozeiros #BandasDeForro

Categorias
Famosos Geral

‘Sávio’ cantor da música “Elas Gostam de Gasolina” Janta na casa do campeão da Dança dos Famosos

Em sua estada em São Paulo, o cantor da música “Elas Gostam de Gasolina”, Sávio Rexdeixxon jantou na casa de Reginaldo Sama, campeão da Danças dos Famosos 2020 do Domingão do Faustão.

Sama, preparou uma rabada, regado de bom um vinho para receber o cantor baiano que tem uma das músicas mais executadas na atualidade, e deixaram no ar que pode vim uma parceria em breve.

#ClickFato #SavioRexDeixxon #ReginaldoSama #ClaudeLopes #DancaDosFamosos #ElasGostamdeGasolina #Rexdeixxon

Categorias
Destaque Geral Musica

WEKS feat. Day lança remix de “Absurdo” (Matooze Remix)

WEKS e Day lançam nesta sexta (15), remix do single “Absurdo” assinado pelo DJ Matooze. A faixa já está disponível em todas as plataformas digitais pelo selo Art Intel Music com distribuição Ditto Music.

Absurdo” faz parte do projeto solo de Daniel Weksler (baterista NXZero/Pitty), que conta apenas com mulheres no vocal, e nasceu da paixão em comum com sonoridades que flutuam do eletrônico ao orgânico. “Compus uma base e pensei na Day para a voz, de primeira não bateu, mas ela me mostrou uma segunda composição na linha indie meets beats do The Neighbourhood e o resultado foi esse Absurdo!”, conta WEKS.

Lançado no final de outubro, o clipe de “Absurdo” é destaque na programação dos canais MTV, Music Box e Woohoo, além de presença nas principais playlists do gênero.

Além de “Absurdo”, já estão disponíveis em todas plataformas as faixas “Feel Free”, com Karen Dió nos vocais, e “Escrito na Minha Testa” com Karen Jonz.

#ClickFato #ClaudeLopes #Weks #Day #DJMotooze  #ArtIntelMusic #DittoMusic

Categorias
Destaque Geral Musica

Exalta lança parceria com Jorge Aragão em “Retrato Cantado de Um Amor”

Retrato Cantado de Um Amor“, nova parceria entre o grupo Exalta e a lenda da música brasileira, Jorge Aragão. A faixa é uma releitura da obra de Adilson Bispo e Zé Roberto, considerada um dos clássicos do samba e pagode.

“Retrato Cantado de Um Amor” foi grande sucesso nacional no ano de 1986. Em novembro daquele mesmo ano, começava uma nova formação do grupo Exaltasamba, cuja maioria dos integrantes se manteve até fevereiro de 2012, quando alguns deles optaram por seguir carreira solo.

O grupo Exalta conta com mais de 11 milhões de visualizações em seu canal no YouTube, além de 68 mil ouvintes mensais nas plataformas digitais, somando sucessos como “Hotel Quase Particular” e “Quando Gira o Mundo”.

#ClickFato #ClaudeLopes #JorgeAragao #ExaltaSamba #RetratoDeUmAmor