Uso crítico da tecnologia na educação: como pode ajudar em períodos de pandemia, por exemplo?
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

A palestra “O entre-lugar das humanidades digitais: notas para quem está em sala de aula”, de Marcella Albaine Farias da Costa (Doutoranda, UNIRIO), aconteceu em maio de 2018, no O II Simpósio do LARP, mas é mais atual do que nunca.

Em uma fase mundialmente caótica como essa, causada pela pandemia da Covid-19, com serviços em home office por todos os cantos e as salas de aula praticamente “dentro de casa”, via internet e os pais se tornando “professores de seus filhos”, vale a pena retomar essa palestra e todo o seu conteúdo, principalmente para reflexão.

A tecnologia pode ajudar bastante, se bem utilizada, ainda que não esteja ao alcance de tudo e de todos. E quando falamos de educação, um item fundamental da sociedade, toda ajuda é mais do que bem-vinda.

Será que aqueles que atuam em sala de aula e/ou ligados às pesquisas nas áreas de “ensino de” e afins estão antenados nas discussões sobre as humanidades digitais?

“O objetivo desta comunicação é mostrar, por meio da experiência partilhada no livro ‘Ensino de História e Games: dimensões práticas em sala de aula’ (2017), o quão fértil é a aproximação do universo da História à cultura digital, especificamente à linguagem dos jogos”, ressalta Marcela.

Você pode baixar o caderno de resumos ou assistir ao vídeo na íntegra, para refletir o quanto é importante sempre estar informado e atualizado, independentemente da sua área de atuação.

E, claro, para quem trabalha com educação, esse vídeo se torna praticamente obrigatório. Confira!

#tecnologianaeducacao #usocriticodatecnologianaeducacao #marcellaalbaine #culturadigital

 

Priscilla Silvestre
Priscilla Silvestre
Jornalista, Assessora de Comunicação e Imprensa.
%d blogueiros gostam disto: