Terceiro debate eleitoral em São Paulo é marcado por críticas a Bruno Covas
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

O terceiro debate entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo, ocorrido na noite desta terça-feira, 27, e organizado, em caráter virtual, pelo jornal Diário de S.Paulo, foi marcado por críticas ao prefeito e candidato à reeleição Bruno Covas (PSDB), que não compareceu ao evento. Disputando um lugar no segundo turno, os candidatos Celso Russomanno (Republicanos) e Guilherme Boulos (PSOL) também não participaram.

Márcio França (PSB) criticou a gestão de Covas, citando, especialmente, episódio de 2019 em que o prefeito estava no exterior enquanto a cidade enfrentava enchentes. Ele também lamentou a ausência dos três principais colocados nas pesquisas de intenção de voto. “É uma das poucas vezes que a gente concorda em gênero, número e grau”, disse Joice Hasselmann (PSL), em resposta a França. A candidata falou em “bomba relógio” armada e pronta para explodir na área de saúde da capital, atribuindo o problema à atual gestão.

Críticas ao prefeito também foram feitas por outros participantes do debate, como os candidatos Jilmar Tatto (PT), Andrea Matarazzo (PSD), Orlando Silva (PCdoB), Arthur do Val (Patriota) e Marina Helou (Rede). Foi a primeira vez que o candidato pelo PRTB, Levy Fidelix, também participou de um debate em 2020.

Fonte: Terra

#ClickFato #DebateEleitoralSP #Eleicao2020SaoPaulo

clickfato
clickfato
Site de noticias em geral, sobre o cotidiano, voltado para noticias de cultura, entretenimento, música, politica, aviação e tecnologia. Informações inspiradoras, positivas e engraçadas também tem espaço. ► Entre em contato e envie o seu material: clickfato@gmail.com
%d blogueiros gostam disto: