Museu do Ipiranga comemora o aniversário de São Paulo com festival de graffiti em frente ao canteiro de obras

No sábado, 25 de janeiro, o entorno do Museu do Ipiranga — importante símbolo da cidade — será agitado por um grande evento ao ar livre: o Tapume! Festival de Graffiti vai reunir 35 grafiteiros com a missão de transformar em obra de arte os 219 metros de tapumes que protegem a fachada do novo Museu do Ipiranga, atualmente em obras de restauro e ampliação. O trabalho dos artistas poderá ser acompanhado pelo público das 10 às 19 horas. Após ser concluído, o grande painel poderá ser observado tanto pelos pedestres quanto por quem passa a bordo dos veículos que transitam pela movimentada avenida Nazaré.

Para a ação, os artistas serão inspirados pelo temao visível e o invisível na História”, uma menção ao potencial do que o museu deve apresentar em sua reabertura.

Nomes de destaque da arte urbana como Binho, Chivitz, Minhau, Vermelho, Salmos, Kueia, Pas, Ronah, Pardal e Tikka participarão do evento. A escolha dos convidados contou com curadoria de Gustavo Cortelazzi. Conhecido como Verde, o artista é morador do Ipiranga e sempre explorou aspectos do cotidiano do bairro em seu trabalho. Para selecionar os participantes do Festival Tapume!, ele levou em conta a diversidade de gênero e de estilos artísticos, abarcando representantes de várias escolas. Durante a ação, o público será incentivado a tirar fotos e postar em suas redes sociais com a hashtag #festivaltapume. A melhor imagem será premiada com um shape de skate grafitado pelos artistas e uma camiseta.

A programação também prevê ações como a palestra Arte Urbana no Século XXI, ministrada no Auditório do Museu (próximo às obras, endereço abaixo), às 10h, por Baixo Ribeiro, fundador da galeria Choque Cultural e coordenador do programa USP_Urbana. Serão oferecidas 50 vagas mediante inscrição prévia no link http://forms.gle/B5tsoGHxVx7cV37S9.

Às 11h30, começa a oficina com o grafiteiro Guilherme Matsumoto, que assina seus trabalhos como XguiX. Com 20 vagas disponíveis, ela é voltada para adultos iniciantes que devem se inscrever emhttp://forms.gle/B7NbvNsgqcuTBMhM7 Às 15h, será realizada uma oficina com o grafiteiro Verde, voltada para crianças e adolescentes de 8 a 14 anos. Para garantir uma das 20 vagas, a inscrição deve ser feita em http://forms.gle/5TthwERngEnCfMJz5. Toda a programação é gratuita.

Tapume! será embalado, ainda, com música a céu aberto. Entre 10h e 14h, o DJ Julio Torres, que já tocou em festivais como Rock in Rio, Tomorrowland e Skol Beats, e tem parcerias com artistas como Junior Lima, Lenine e Maria Gadu, estará no comando com um set pensado especialmente para o evento, que vai do Hip Hop oldschool dos anos 1990 até o atual. A partir das 14h, o food park próximo ao Museu será tomado pela festa do Mad Riders LEMC, que reúne amantes de motocicletas e de rock, e traz quatro bandas para tocar ao vivo: Rockaholics, Hollywood Again, Maybe Mad e Ápice Rock.

Esta é uma atividade pública do museu, que iniciou em outubro do ano passado suas obras de restauro, ampliação e modernização, “Acreditamos que as atividades culturais são a melhor maneira para estabelecer um canal de comunicação com o público”, observa a diretora. “O Museu do Ipiranga está trabalhando não apenas para recuperar um valioso patrimônio histórico, mas para se aproximar ainda mais da sociedade.”

Restauro e modernização do Museu

O edifício, tombado pelo patrimônio histórico municipal, estadual e federal, foi construído entre 1885 e 1890 e está situado dentro do complexo do Parque Independência. Concebido originalmente como um monumento à Independência, tornou-se em 1895 a sede do Museu do Estado, criado dois anos antes, sendo o museu público mais antigo de São Paulo e um dos mais antigos do país. Está, desde 1963, sob a administração da USP, atendendo às funções de ensino, pesquisa e extensão, pilares de atuação da Universidade.

Foi fechado para visitação do público em 2013 e a expectativa é que seja reaberto em setembro de 2022, para a celebração do bicentenário da Independência do Brasil. Com duração de 30 meses, sua obra deve custar cerca de R$160 milhões e é patrocinada via Lei de Incentivo à Cultura por 13 empresas: Banco Safra, Bradesco, Caterpillar, Comgás, CSN, EDP, EMS, Honda, Itaú, Pinheiro Neto Advogados, Sabesp e Vale. Conta, ainda, com a parceria da Fundação Banco do Brasil e da Caixa. Ao seu término, o museu estará completamente renovado. Além de ampliado, o edifício seguirá as normativas atuais de infraestrutura, acessibilidade, sustentabilidade e segurança, com equipamentos especiais para a prevenção de incêndios. Para mais informações sobre o restauro acesse o site museudoipiranga2022.org.br.

PROGRAMAÇÃO
Tapume! Festival de Graffiti para o Novo Museu do Ipiranga
25 de janeiro de 2020 — 10h às 19h
Avenida Nazaré (entre a rua dos Patriotas e a rua Conde Vicente de Azevedo)

Das 10h às 19h — ação com os grafiteiros

10h — Palestra: Arte Urbana no Século XXI
Local: Auditório do Museu – Av. Nazaré, 268.
50 vagas | 60min
Inscrição gratuita no link: http://forms.gle/B5tsoGHxVx7cV37S9
A arte urbana é um fenômeno que já tem uma história de cinquenta anos e continua a crescer em todas as cidades do mundo. Envolve um contingente gigantesco de artistas e impacta bilhões de pessoas, criando uma atmosfera participativa e inclusiva. A arte urbana já foi assimilada pelo mercado de arte e hoje apresenta diversos expoentes, no entanto ainda não está tão presente em museus e universidades. A pergunta que se faz é, com tanto potencial de transformação e qualificação das cidades, como será o desenvolvimento da arte urbana nas próximas décadas? A palestra aborda essa questão através de uma perspectiva histórica, social e estética.

Palestrante: Baixo Ribeiro, curador de arte e fundador da Choque Cultural e coordenador do programa USP_Urbana. Durante os últimos trinta anos, vem se dedicando aos assuntos da arte urbana e seus impactos na educação e no urbanismo.

11h30 — Oficina de graffiti para adultos iniciantes com o grafiteiro Guilherme Matsumoto (XguiX)
Local: Auditório do Museu – Av. Nazaré, 268.
20 vagas | 60 a 90min
Inscrição gratuita no link: http://forms.gle/B7NbvNsgqcuTBMhM7

15h — Oficina de graffiti para crianças de 8 a 14 anos com o grafiteiro Verde
Local: Auditório do Museu – Av. Nazaré, 268.
20 vagas | 60 a 90min
Inscrição gratuita no link: http://forms.gle/5TthwERngEnCfMJz5

Programação musical:
10h — 14h – DJ Julio Torres
14h — Festival Mad Riders

COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email

LEIA TAMBÉM

Newsletter

Cadastre seu e-email e receba novidades.

Ⓒ Click Fato 2012 – 2021 | Desenvolvido por MAVICA