Museu do Ipiranga comemora o aniversário de São Paulo com festival de graffiti em frente ao canteiro de obras
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

No sábado, 25 de janeiro, o entorno do Museu do Ipiranga — importante símbolo da cidade — será agitado por um grande evento ao ar livre: o Tapume! Festival de Graffiti vai reunir 35 grafiteiros com a missão de transformar em obra de arte os 219 metros de tapumes que protegem a fachada do novo Museu do Ipiranga, atualmente em obras de restauro e ampliação. O trabalho dos artistas poderá ser acompanhado pelo público das 10 às 19 horas. Após ser concluído, o grande painel poderá ser observado tanto pelos pedestres quanto por quem passa a bordo dos veículos que transitam pela movimentada avenida Nazaré.

Para a ação, os artistas serão inspirados pelo temao visível e o invisível na História”, uma menção ao potencial do que o museu deve apresentar em sua reabertura.

Nomes de destaque da arte urbana como Binho, Chivitz, Minhau, Vermelho, Salmos, Kueia, Pas, Ronah, Pardal e Tikka participarão do evento. A escolha dos convidados contou com curadoria de Gustavo Cortelazzi. Conhecido como Verde, o artista é morador do Ipiranga e sempre explorou aspectos do cotidiano do bairro em seu trabalho. Para selecionar os participantes do Festival Tapume!, ele levou em conta a diversidade de gênero e de estilos artísticos, abarcando representantes de várias escolas. Durante a ação, o público será incentivado a tirar fotos e postar em suas redes sociais com a hashtag #festivaltapume. A melhor imagem será premiada com um shape de skate grafitado pelos artistas e uma camiseta.

A programação também prevê ações como a palestra Arte Urbana no Século XXI, ministrada no Auditório do Museu (próximo às obras, endereço abaixo), às 10h, por Baixo Ribeiro, fundador da galeria Choque Cultural e coordenador do programa USP_Urbana. Serão oferecidas 50 vagas mediante inscrição prévia no link http://forms.gle/B5tsoGHxVx7cV37S9.

Às 11h30, começa a oficina com o grafiteiro Guilherme Matsumoto, que assina seus trabalhos como XguiX. Com 20 vagas disponíveis, ela é voltada para adultos iniciantes que devem se inscrever emhttp://forms.gle/B7NbvNsgqcuTBMhM7 Às 15h, será realizada uma oficina com o grafiteiro Verde, voltada para crianças e adolescentes de 8 a 14 anos. Para garantir uma das 20 vagas, a inscrição deve ser feita em http://forms.gle/5TthwERngEnCfMJz5. Toda a programação é gratuita.

Tapume! será embalado, ainda, com música a céu aberto. Entre 10h e 14h, o DJ Julio Torres, que já tocou em festivais como Rock in Rio, Tomorrowland e Skol Beats, e tem parcerias com artistas como Junior Lima, Lenine e Maria Gadu, estará no comando com um set pensado especialmente para o evento, que vai do Hip Hop oldschool dos anos 1990 até o atual. A partir das 14h, o food park próximo ao Museu será tomado pela festa do Mad Riders LEMC, que reúne amantes de motocicletas e de rock, e traz quatro bandas para tocar ao vivo: Rockaholics, Hollywood Again, Maybe Mad e Ápice Rock.

Esta é uma atividade pública do museu, que iniciou em outubro do ano passado suas obras de restauro, ampliação e modernização, “Acreditamos que as atividades culturais são a melhor maneira para estabelecer um canal de comunicação com o público”, observa a diretora. “O Museu do Ipiranga está trabalhando não apenas para recuperar um valioso patrimônio histórico, mas para se aproximar ainda mais da sociedade.”

Restauro e modernização do Museu

O edifício, tombado pelo patrimônio histórico municipal, estadual e federal, foi construído entre 1885 e 1890 e está situado dentro do complexo do Parque Independência. Concebido originalmente como um monumento à Independência, tornou-se em 1895 a sede do Museu do Estado, criado dois anos antes, sendo o museu público mais antigo de São Paulo e um dos mais antigos do país. Está, desde 1963, sob a administração da USP, atendendo às funções de ensino, pesquisa e extensão, pilares de atuação da Universidade.

Foi fechado para visitação do público em 2013 e a expectativa é que seja reaberto em setembro de 2022, para a celebração do bicentenário da Independência do Brasil. Com duração de 30 meses, sua obra deve custar cerca de R$160 milhões e é patrocinada via Lei de Incentivo à Cultura por 13 empresas: Banco Safra, Bradesco, Caterpillar, Comgás, CSN, EDP, EMS, Honda, Itaú, Pinheiro Neto Advogados, Sabesp e Vale. Conta, ainda, com a parceria da Fundação Banco do Brasil e da Caixa. Ao seu término, o museu estará completamente renovado. Além de ampliado, o edifício seguirá as normativas atuais de infraestrutura, acessibilidade, sustentabilidade e segurança, com equipamentos especiais para a prevenção de incêndios. Para mais informações sobre o restauro acesse o site museudoipiranga2022.org.br.

PROGRAMAÇÃO
Tapume! Festival de Graffiti para o Novo Museu do Ipiranga
25 de janeiro de 2020 — 10h às 19h
Avenida Nazaré (entre a rua dos Patriotas e a rua Conde Vicente de Azevedo)

Das 10h às 19h — ação com os grafiteiros

10h — Palestra: Arte Urbana no Século XXI
Local: Auditório do Museu – Av. Nazaré, 268.
50 vagas | 60min
Inscrição gratuita no link: http://forms.gle/B5tsoGHxVx7cV37S9
A arte urbana é um fenômeno que já tem uma história de cinquenta anos e continua a crescer em todas as cidades do mundo. Envolve um contingente gigantesco de artistas e impacta bilhões de pessoas, criando uma atmosfera participativa e inclusiva. A arte urbana já foi assimilada pelo mercado de arte e hoje apresenta diversos expoentes, no entanto ainda não está tão presente em museus e universidades. A pergunta que se faz é, com tanto potencial de transformação e qualificação das cidades, como será o desenvolvimento da arte urbana nas próximas décadas? A palestra aborda essa questão através de uma perspectiva histórica, social e estética.

Palestrante: Baixo Ribeiro, curador de arte e fundador da Choque Cultural e coordenador do programa USP_Urbana. Durante os últimos trinta anos, vem se dedicando aos assuntos da arte urbana e seus impactos na educação e no urbanismo.

11h30 — Oficina de graffiti para adultos iniciantes com o grafiteiro Guilherme Matsumoto (XguiX)
Local: Auditório do Museu – Av. Nazaré, 268.
20 vagas | 60 a 90min
Inscrição gratuita no link: http://forms.gle/B7NbvNsgqcuTBMhM7

15h — Oficina de graffiti para crianças de 8 a 14 anos com o grafiteiro Verde
Local: Auditório do Museu – Av. Nazaré, 268.
20 vagas | 60 a 90min
Inscrição gratuita no link: http://forms.gle/5TthwERngEnCfMJz5

Programação musical:
10h — 14h – DJ Julio Torres
14h — Festival Mad Riders

clickfato
clickfato
Site de noticias em geral, sobre o cotidiano, voltado para noticias de cultura, entretenimento, música, politica, aviação e tecnologia. Informações inspiradoras, positivas e engraçadas também tem espaço. ► Entre em contato e envie o seu material: clickfato@gmail.com
%d blogueiros gostam disto: