Kell Smith lança o álbum ‘O Velho e Bom Novo’
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

Era uma vez…. Quis o destino que a introdução típica de contos de fada desse nome a uma música que parou o Brasil. Mas foi apenas a primeira página da história de uma cantora e compositora que se prova muito maior. Agora, Kell Smith lança “O Velho e Bom Novo”, pela Na Moral Produções, seu segundo álbum, inaugurando uma nova fase de sua carreira. Com 12 canções autorais, 8 delas em parceria com o maestro e produtor musical Bruno Alves, o disco é um convite poético à reflexão sobre vulnerabilidades, autoconhecimento e amor.

A lado A do álbum, com 6 faixas, acaba de chegar às plataformas digitais e está disponível através do link: http://ffm.to/ovelhoebomnovo_ladoa. Gravado com equilíbrio entre técnicas analógicas e digitais, “O Velho e Bom Novo” traz a inspiração e a voz de uma artista visceral, única, despida de qualquer recurso de afinação artificial. É um álbum orgânico como a própria vida.

Concebido como uma obra com lados A e B, o “O Velho e Bom Novo” resgata referências de uma época gloriosa da música brasileira, abraçando temas urgentes, como a saúde mental, depressão e ressignificação do luto. Assuntos que nos unem há gerações, infelizmente ainda vistos como tabus. No entanto, são ainda mais emblemáticos quando vivemos o confinamento, isolamento social e solidão impostos por uma pandemia global.

“Compor é sobre se entregar. É dar voz não só a si. O foco é não perder o foco da música. No fim das contas, a música é o coração de tudo”.
Kell Smith

“O Velho e Bom Novo” é sobre a vida real, sem medo de encarar conflitos e feridas. Em cada canção, Kell fala de seus dilemas e também do muito que absorveu, seja na poesia de Paulo Leminski, ou em grupos de Whatsapp com fãs. A artista nos traz pra perto com sensibilidade e compreensão, falando para todos, sem pré-julgamentos. Sua música é sofisticada e popular, diz também sobre o amor, liberdade e autoconhecimento. Os bastidores das composições e gravações do álbum foram lançados em formato da série documental “O Velho e Bom Novo”, disponível no canal oficial de YouTube da cantora:

#ClickFato #KellSmith #OVelhoEBomNovo

Claudê Lopes
Claudê Lopes
Baiano de Itiúba, radicado em São Paulo há mais de 30 anos. Repórter, Web Designer, Produtor e Editor de conteúdo, Consultor Musical, Roteirista, Redator e Diretor de programa de Televisão.
%d blogueiros gostam disto: