Alceu Valença grava três álbuns durante a pandemia
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on email
Share on telegram

Em quarentena por quase um ano, Alceu Valença aproveitou o momento introspectivo para tocar violão em casa como nunca tinha feito antes. A partir disso (e de algumas lives intimistas realizadas no período), elaborou um repertório com cerca de trinta músicas, entre sucessos, tesouros escondidos e músicas inéditas. Com as canções selecionadas e cumprindo todos os protocolos de proteção, entrou no Estúdio Tambor (Rio de Janeiro), com o produtor Rafael Ramos, para registrá-las.

O resultado são três álbuns – com um quarto a caminho -, em que o cantor de 74 anos ressurge em sua essência: voz, violão e composições. O primeiro deles, “Sem Pensar no Amanhã”.

Além de dar título ao álbum, “Sem Pensar no Amanhã” é um samba inédito da nova safra de composições de Alceu. Neste primeiro lançamento, o artista também recria temas como “La Belle de Jour”, “Táxi Lunar”, “Ciranda da Rosa Vermelha”, “Estação da Luz” e “Marim dos Caetés”, entre outras.

#ClickFato #ClaudeLopes #AlceuValenca #EstudioTambor  #SemPensarNoAmanha #GravadoraDeck

Claudê Lopes
Claudê Lopes
Baiano de Itiúba, radicado em São Paulo há mais de 30 anos. Repórter, Web Designer, Produtor e Editor de conteúdo, Consultor Musical, Roteirista, Redator e Diretor de programa de Televisão.
%d blogueiros gostam disto: