Categorias
Geral Musica

Daniela Spielmann e Sheila Zagury revisitam a obra de Jacob do Bandolim em novo CD

Amigas de longa data e parceiras musicais há 20 anos, a saxofonista Daniela Spielmann e a pianista Sheila Zagury debruçaram-se sobre a extensa obra de Jacob do Bandolim, juntas a um invejável time de músicos, imprimindo frescor e contemporaneidade. O disco “Entre mil..Você!” (gravadora Kuarup) chega em formato de CD físico e digital – lançamento nas plataformas digitais será no dia 24 de abril, um dia após o Dia Nacional do Choro – com participações especiais de Almir Côrtes (bandolim),Soraya Ravenle (voz), Catherine Bent (violoncelo), Clarice Magalhães (pandeiro, caixa de fósforo), Roberta Valente (pandeiro), Rodrigo Villa (baixo acústico e elétrico) e Xande Figueiredo (bateria).

Instrumentistas refinadas e experientes,  a dupla aproxima a brejeirice, a virtuose e a dolência do choro com a liberdade criativa do jazz e a acuidade da música de câmara, além de prover uma delicada e sensível feminilidade que abraça por completo, inclusive, a própria trajetória do homenageado – lembrando que foi a mãe de Jacob do Bandolim, Raquel Pick, quem lhe deu o primeiro bandolim; sua esposa Adylia administrava seu arquivo e Elena, sua filha, foi a fundadora e 1ª presidente do Instituto que leva o seu nome, além do fato de, aos 18 anos, ter descoberto a maior cantora do Brasil, Elizete Cardoso, com quem gravou marcantes LP´s.

Cavaquinista e diretor do Instituto Jacob do Bandolim, Sérgio Prata, que assina o texto primoroso do encarte do CD, resume com maestria o repértório: “Entre mil…Você!, choro que dá nome ao disco, recebe aqui um elegante arranjo com ares bossanovisticos. Receita de Samba e Ginga do Mané, esse dedicado a Mané Garrincha, ganham um frescor com o bandolim de Almir Cortes, desaguando o primeiro em um criativo arranjo e o segundo, em um delicioso ragtime. Quem achava que depois de gravados centenas de vezes, Vibrações, Migalhas de Amor e Doce de Coco não teriam mais o que revelar, precisa ouvir esse comovente encontro entre os sopros de Dani, as teclas de Sheila e as cordas de Catherine Bent. Enquanto Bole Bole vai “bolindo” com nossa alegria, o incansável O Vôo da Mosca dá asas ao virtuosismo dessa dupla genial, que ganha repouso nas lindas Modinha e Naquela Mesa, ambas de autoria de Sergio Bittencourt, filho de Jacob, aqui delicadamente apresentadas por Soraya Ravenle. Finalizando, a valsa Santa Morena surge em ambiente oriental, que vai transbordando em uma vibrante atmosfera flamenca, sem perder, porém, a sua característica original. De arrepiar”. OUÇA AQUI.

#ClickFato #DanielaSpielmann #SheilaZagury #JacobDoBandolim #ClaudeLopes