Categorias
Noticias

SHOW OS NOVOS BÁRBAROS, MUTANTES E MOLHADOS

“A distância de um astro pro outro é a proximidade de igual valor”, por meio dos versos de Lente de Aumento, canção pulsante sobre “transpor preconceito e torpor”, Bia Castro, Cecilia Einsfeld, Claudia Duque, Fernanda Morais, Beto Rocha, Fabiano Souza e Oseas Farias, os setes artistas que formam o Lado Alado, definem este encontro musical. Lente de Aumento é uma das 60 músicas que compõem o repertório do Lado Alado, grupo que lançou simultaneamente no mercado no fim de Agosto de 2017, de forma independente, cinco álbuns, todos gravados a partir de janeiro desse mesmo ano. Com impressionante identidade criativa nas composições feitas no decorrer de anos de amizade e admiração mútua, estes artistas de diferentes gerações e cidades no estado do Rio de Janeiro, surgem com álbuns que trazem a lembrança de um país feliz e a promessa de Brasil melhor. Orquestrados pelo cantor, compositor, violonista e baixista Oseas Farias e pelo cantor, compositor e letrista Fabiano Souza, que também integram o Lado Alado, o grupo reúne a cantora, compositora e percussionista Cecilia Einsfeld e os cantores e compositores Beto Rocha, Bia Castro, Claudia Duque e Fernanda Morais. Fundamentalmente acústicos, os álbuns são voltados à determinados estilos musicais e suas variações: Por Trás Desse Silêncio, álbum de sambas e bossas, com adesão do cavaquinho de Michel Farias, Nem Distante Nem Demora, álbum de baiões e cirandas, com participação do acordeão virtuoso da holandesa Ilse Roskam, Um Modo de Tocar, álbum de rocks e blues, que conta com o cajon do músico Rodrigo Peres, e Bem Mais do Que Nós, álbum de baladas e jazz. O álbum mais “recente”, Sortido, gravado somente em um dia no estúdio, possui repertório variado e a participação especialíssima do pianista Zé Lourenço. Como curiosidade, vale revelar que as capas digitais dos álbuns foram feitas a partir de fotos enviadas para um grupo de mensagens do Lado Alado pelos próprios cantores/compositores. Canções existencialistas, como Ciranda em Si, que traz os versos “Não cabe o quase na mala, não basta imaginar, já não vale por um triz, e tudo por um fio é nada, pra quem tem um mundo em si”, parece falar sobre o próprio momento dos artistas reunidos neste projeto. Na belíssima Aonde Ainda Há, questionam “onde andará, aonde ainda há, o mel dos dias mais humanos, manhãs que o amanhã dará”, ambas parcerias de Beto Rocha e Fabiano Souza. Com 70% do repertório composto pelos integrantes do grupo, o Lado Alado ainda embarca canções de outros compositores singulares como Thelma Baracho, Hugo Veloso, Ugues Barbosa, Roberto Lara e Claudio Camillo. Entre afetivas e gratas surpresas, tem o autor do samba Posseiro, Everaldo Bezerra, pai de Claudia Duque, e Ailton Rocha, autor de Baião do Viajante, tio de Beto Rocha, homenageados e reverenciados pelo grupo. Na balada Mil Mirantes (Claudio Camillo/Fabiano Souza), os Alados sentenciam: “Não gastei solas a toa, pra ancorar cá no chão, trilhas passo após passo apagarão. Corro entre ruínas, ruas em construção, rios que sempre correrão”. Recomendam em Acordes do Alvorecer (Thelma Baracho/Fabiano Souza): “Quando a dor bater à porta, ligue o rádio para não escutar”. Quando o assunto é o amor, passam longe do lugar comum: “Até te olhar andava reto, de lá pra cá piso no teto e vou”, versos da cigana De Repente o Oriente (Oseas Farias/Fabiano Souza). O grupo também mostra sua visão para o Brasil dos nossos dias, indagando “O que será essa nação? Qual será a nação que temos? Será um corpo já na caveira? Será um prédio só no esqueleto?” na canção O que já é metade (Fabiano Souza). Indo além do território nacional, em Desejo de paz (Oseas Farias/Fabiano Souza), canção de melodia doce que retrata em seus versos o drama dos refugiados, das vítimas de atentados, dos órfãos nas guerras e do trabalho escravo, “o dia adia o fim, do lado alado em nós, no caos que ecoa aqui”. Com inúmeras combinações de vozes, tão diferentes que é impossível confundi-las entre si, cantam de duos à septetos as canções, mostrando suas personalidades vocais, das mais suaves às mais viscerais, com uma paleta rica de timbres graves, médios e agudos, contrastando e complementando do início ao fim. Originários de outros grupos musicais como o experimental Inversos (Bia, Claudia, Oseas e Fabiano), Grupo Elemento (Fernanda e Beto) e Sopro de Gaia (Cecilia), alguns componentes com projetos solos já estabelecidos (Fernanda, Claudia e Beto), o Lado Alado é uma união única, com o tipo de “fórmula” que não se repete. É possível identificar influências dos principais movimentos musicais brasileiros na obra autoral do Lado Alado: Clube da Esquina, Tropicália, Bossa Nova e Jovem Guarda, além expressões musicais que sucederam nas décadas seguintes, como a black music dos velhos camaradas, as rodas de samba dos bambas cariocas, o grande encontro dos astros do sertão e até mesmo o rock do serrado brasileiro. Tudo isto sem perder o teor atemporal das canções. Que o canto destes pássaros voe por cima da dor e dos calos dos pés, que as sementes que eles plantaram cresçam e que todos vejam, porque esta turma não ficou parada, distraída, e chegaram cedo para ver o mar. Que um mar de gente agora possa vê-los e ouvi-los.

 M. Bittencurt 
 
SERVIÇOS: 
LOCAL: SESC NOVA IGUAÇU
 DATA: 23 DE JUNHO
 HORÁRIO: 19 HORAS
Categorias
Esporte

Palmeiras comemora desempenho de transmissão no YouTube

O clube chegou a registrar um pico de 42 mil pessoas assistindo ao  jogo-treino contra o Atibaia na última sexta-feira (12/01) ao mesmo tempo, com uma média de 36 mil durante todo o jogo que terminou em 1 a 0 para o Alviverde. No Facebook, o registro foi de 9 mil pessoas.

As mais de 2 horas de transmissão bateram diversos recordes e empolgaram o clube a manter a iniciativa daqui para frente. 

Para tudo isso, o clube montou até uma torre de transmissão e contou com o trabalho de pelo menos três profissionais só na beira do gramado.

Os números significam a segunda maior transmissão ao vivo feita por um clube brasileiro no Youtube, só atrás do Atletiba. Na ocasião, Atlético-PR e Coritiba não entraram em acordo com nenhuma emissora e transmitiram o maior clássico do Estado na redes sociais, com 360 mil visualizações.

O jogo entre Palmeiras e Atibaia ainda foi o vídeo que mais recebeu curtidas na história do canal: foram 32 mil “joinhas”. O jogo ainda serviu para o time abrir ainda mais vantagem na vice-liderança de inscritos em um canal de Youtube.

A TV Palmeiras tem sido um dos principais investimentos do marketing desde os tempos em que Paulo Nobre virou presidente. O sucesso é tão grande que até mesmo a FAM comprou o direito de naming rights do canal.

Categorias
Esporte

Transmissões da SuperLiga de Vôlei pelo Facebook fazem sucesso

 

A fanpage da CBV (Confederação Brasileira de Vôlei) no Facebook tem obtido sucesso com transmissões de jogos da Superliga.  Segundo a entidade, houve 162.767 visualizações dos dois jogos já exibidos: Vôlei Nestlé x Dentil Praia Clube (feminino) e Brasil Kirin x Funvic Taubaté (masculino).

Para os mata-matas, a confederação pretende exibir todos os jogos que não estiverem nas TVs aberta (RedeTV!) e fechada (SporTV).

Por uma questão de custos, os jogos são exibidos apenas com som ambiente, sem narrador ou comentarista. Mesmo assim, as duas transmissões somadas tiveram alcance de 750.553 pessoas que receberam o vídeo em seu feed. Houve 41.013 interações (curtidas, comentários e compartilhamentos). A base de fãs da página também obteve aumento de 4.500 seguidores, atingindo agora mais de 400.000 pessoas.

 

► Curta o Click Fato no Facebook 

► Siga o Click Fato no Twitter

Categorias
Sem categoria

“Jornal da Band” ganha transmissão ao vivo no Facebook

O “Jornal da Band” passou a ser transmitido a partir desta segunda-feira 11/07, ao vivo, também pelo Facebook.  Os internautas que acessarem a página do noticiário na rede social (www.facebook.com/jornaldaband) poderão acompanhar e exibição simultânea, apresentada por Paloma Tocci e Ricardo Boechat. A ação, inédita no Brasil, tem patrocínio da Claro.

Esta é a quarta forma que a Band oferece para o seu espectador de acompanhar o telejornal. Além da TV, o “Jornal da Band” é transmitido via smartphones com o aplicativo da Band, e pelo rádio, na Band News FM.

O “Jornal da Band” vai ao ar de segunda a sábado, às 19h20.

Categorias
Destaque Noticias

Mulheres denunciam ‘amigos’ machistas nas redes sociais

amigo20151124185157181677o
Aproveitando o fim de ano, época da tradicional brincadeira do Amigo Oculto,  uma nova campanha surgiu nas redes sociais para denunciar situações machistas e de violência de gênero.

Com a hashtag #meuamigosecreto, centenas de mulheres relatam no Facebook e no Twitter casos de comportamento machista,  discriminação, racismo e homofobia envolvendo homens que fazem parte de seus convívios sociais, como amigos e familiares.

Muitas internautas contaram histórias de homens com posição política libertária, mas que são abusivos em relacionamentos, ou ainda aqueles que compartilham fotos nuas de mulheres em grupos do WhatsApp.

Categorias
Sem categoria

Facebook quer ampliar o acesso à internet no mundo usando drones, satélites e laser

drone-facebook