Categorias
Destaque Geral Musica

Alceu Valença grava três álbuns durante a pandemia

Em quarentena por quase um ano, Alceu Valença aproveitou o momento introspectivo para tocar violão em casa como nunca tinha feito antes. A partir disso (e de algumas lives intimistas realizadas no período), elaborou um repertório com cerca de trinta músicas, entre sucessos, tesouros escondidos e músicas inéditas. Com as canções selecionadas e cumprindo todos os protocolos de proteção, entrou no Estúdio Tambor (Rio de Janeiro), com o produtor Rafael Ramos, para registrá-las.

O resultado são três álbuns – com um quarto a caminho -, em que o cantor de 74 anos ressurge em sua essência: voz, violão e composições. O primeiro deles, “Sem Pensar no Amanhã”.

Além de dar título ao álbum, “Sem Pensar no Amanhã” é um samba inédito da nova safra de composições de Alceu. Neste primeiro lançamento, o artista também recria temas como “La Belle de Jour”, “Táxi Lunar”, “Ciranda da Rosa Vermelha”, “Estação da Luz” e “Marim dos Caetés”, entre outras.

#ClickFato #ClaudeLopes #AlceuValenca #EstudioTambor  #SemPensarNoAmanha #GravadoraDeck

Categorias
Destaque Geral Musica

Alceu Valença lança primeiro single “Tomara” da nova edição de “Valencianas”

“Tomara Meu Deus Tomara / que tudo o que nos separa / não frutifique e não valha” – os versos da canção “Tomara”, de Alceu Valença, escritos há trinta anos, jamais soaram tão urgentes e atuais quanto neste atribulado 2020.

Lançado pela Deck, o primeiro single de “Valencianas II” — segundo movimento da parceria do cantor e compositor pernambucano com a Orquestra Ouro Preto, comandada pelo maestro Rodrigo Toffolo — já está disponível em todos os aplicativos de música nesta, antecipando o álbum e o DVD previstos para o final do ano.

Mais que o libelo por uma nação solidária, “Tomara” é malha rara que serve de antídoto para estes dias de incerteza. O arranjo, para cordas, percussão e banda, escrito por Mateus Freire, estabelece a ponte entre as sonoridades do Nordeste profundo e o barroco mineiro de Ouro Preto, o lar da orquestra. A direção de cena do concerto é de Paulo Rogério Lage. Nas palavras de Rodrigo Toffolo, “nada mais atual que o desejo por amor, esperança e dias melhores tão bem desenhados a essa nação solidária brasileira pelos versos de Alceu Valença”.

Gravado em janeiro na Casa da Música, templo dos concertistas na cidade do Porto, em Portugal, “Valencianas II” dá continuidade ao projeto lançado em 2015, que arrematou todos os prêmios e aplausos de público e crítica desde então. A partir de “Valencianas”, o cancioneiro de Alceu Valença estabeleceu um diálogo definitivo com a música de concerto e expandiu ainda mais seu alcance e suas possibilidades.

“É outro viés, um olhar diferente sobre a minha obra. Isso acontece muito em função do espírito da orquestra Ouro Preto. São músicos jovens que contagiam não apenas pela destreza com que executam seus instrumentos, mas pela maneira com que interpretam as nuances da minha música. E isso passa para a plateia. Quando fizemos ‘Valencianas’ no Porto, o público português levantou-se para dançar em alguns números. Isso é impensável no ambiente da música de concerto (risos). Os arranjos captam com muita sensibilidade os caminhos da música que faço”, arremata Alceu.

Além de “Tomara” (composição de Alceu e Rubem Valença Filho), o segundo volume de “Valencianas” incluirá músicas como “Dia Branco”, “Como Dois Animais”, “Solidão”, “Na Primeira Manhã”, “P da Paixão”, “Tesoura do Desejo”, “Táxi Lunar” e “Pelas Ruas que Andei”.

Ouça Aqui

#ToNaMidia #AlceuValenca #Valencianas

Categorias
Destaque Musica

Alceu Valença une diferentes ritmos em seu novo single “Vou Fazer Você Voar”

Eu vou fazer você voar na direção do pôr do sol e quando a lua desmaiar vou me esconder no seu lençol”, anuncia Alceu Valença logo no começo de seu novo single “Eu Vou Fazer Você Voar”. Ao estilo que consagrou o pernambucano, a faixa chega aos aplicativos de música pela gravadora Deck.

Composta pelo próprio artista e Herbert Azul, a música conta com Paulo Rafael (guitarra), Tovinho (teclados), Nando Barreto (baixo), Cássio Cunha (bateria) e André Miau (percussão) no instrumental. Com produção de Paulo e Tovinho, a canção alinha a pegada típica de Alceu a ritmos tropicais como ijexá, forró e baião, tornando-a trilha sonora ideal para os momentos ensolarados que se aproximam com o verão.

“Eu Vou Fazer Você Voar” é o primeiro dentre os próximos lançamentos que Alceu Valença prepara para a virada do ano e o Carnaval. A novidade já pode ser ouvida em todas as plataformas digitais.

#ClickFato #Claudelopes #AlceuValenca #EuVouFazerVoceVoar