Categorias
Empreedorismo

Marketing brasileiro se destaca no exterior como opção preferida por empresas

O marketing brasileiro segue sendo referência no exterior por meio do trabalho de agências como a Becka Advertising, especializada desde 2017 em atender demandas de clientes internacionais. Mesclando a capacidade de entrega precisa com uma forma diferente de precificar os serviços, a empresa fundada por Victor Hyago, Rafael Arantes e Beatriz Zendron conta com clientes nos Estados Unidos, Peru e Espanha.

Desde 2008, o mercado de marketing já apresentava um crescimento no número de profissionais brasileiros com carreira internacional, trabalhando em grandes multinacionais. Porém, agências totalmente brasileiras criando projetos para empresas do exterior ainda é um fenômeno incomum. “Abrimos a empresa já com clientes internacionais, fizemos projetos para companhias norte-americanas e criamos uma marca do zero para uma loja de sapatos de Barcelona”, conta Hyago.

Segundo o sócio-fundador, a empresa é bem-vista lá fora e acaba saindo na frente em disputas pelo atendimento de empresas por conta da honestidade na hora de precificar e pela alta especialização do pequeno número de profissionais da empresa. O câmbio atual do real em relação ao dólar permite à Becka pagar bem os funcionários sem repassar valores ao cliente ou comprometer a saúde financeira da agência.

“Com uma equipe modular, nós otimizamos os custos. Cobrando 50% a menos, entregamos 100% de qualidade”, explica o CEO. “Isso é ser leal e não arrancar do cliente um orçamento para serviços que não serão utilizados. Diminuímos a carga horária de trabalhadores que ficariam sem fazer nada e evitamos gastos exorbitantes”, finaliza.

O case mais bem-sucedido da agência é com a startup americana de software logístico Optimus Fleet, para a qual a Becka fez reconstrução de sites, branding de vídeos sobre produtos, gerenciamento de mídias sociais e apresentações comerciais de cada um dos produtos da startup.

“Agências americanas, por exemplo, cobram tudo à vista. Nós oferecemos aos clientes a opção do parcelamento, que acaba sendo vantajoso a eles pois um projeto de US$ 5 mil passa a ser viável com cinco pagamentos de R$ 1 mil”, explica Victor, destacando que equipes estrangeiras acabam afugentando clientes por dispensarem o parcelamento,  temerosas por eventuais problemas no andamento dos projetos. “Aprendemos a trabalhar sob pressão desde sempre. O fato de existir a possibilidade do cliente não nos pagar lá na frente nos faz ter um desempenho até melhor”, afirma o empresário.

Escolhida numa disputa com outra agência colombiana, a Becka precisou mostrar que tinha estrutura para atuar nos Estados Unidos e, com isso, ganhar a confiança dos clientes. Isso envolveu desde conhecimento técnico até contratar profissionais específicos como locutores nativos. “Trouxemos propostas inovadoras e com custos muitos menores”, conta Victor.

Correspondentes locais são usados para apresentar a agência a clientes no exterior. “Já houve clientes que nos procuraram porque outras empresas estrangeiras falavam sobre nós. Esse boca-a-boca facilita muito ao fazer negócios fora do Brasil”, conta.

#ClickFato #BeckaAdvertising

Categorias
Empreedorismo Geral

Home office leva PMEs e autônomos a buscarem cursos sobre venda em redes sociais

As alternativas para a sobrevivência de pequenas e médias empresas durante a pandemia passam pela educação em venda e comunicação digitais, com atividades que possam preparar empresários para aproveitar ao máximo modelos como o e-commerce e o marketing digital. Um estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) prevê o crescimento de 30% do home office após estabilização dos casos de Covid-19 e retomada do comércio e demais atividades no Brasil.

Por conta da alta demanda, a estrategista digital e empresária Mayra Pugliesi, proprietária da Produtora BBO, desenvolveu uma plataforma online exclusiva, com mais de oito cursos para quem busca empreender usando as mídias sociais, com aulas sobre marketing digital, vendas online, como se tornar um social media criativo, como fazer gestão de plataformas como Facebook e Instagram e outras.

O uso das redes sociais como ferramenta de venda marcou empreendimentos de todos os portes e segmentos da economia brasileira. O cenário provocado pela Covid-19 foi um catalisador do processo, acelerando a necessidade de proprietários de pequenos a médios negócios e profissionais autônomos para a inserção no mundo digital.

Mas ainda que não haja mais espaço para negar a urgência de conduzir negócios em plataformas virtuais, Mayra afirma que, no Brasil, ainda são comuns os chamados analfabetos digitais. “O analfabeto digital é aquele que não sabe nem abrir um aplicativo ou tem pouco contato com redes sociais e mal consegue se comunicar por meio delas. Então, empreender acaba sendo ainda mais difícil pois é necessário saber como cada plataforma agrega na venda online”, conta a empresária.

Para Mayra, o objetivo da plataforma é atender das necessidades mais básicas de aprendizado sobre o universo digital até estratégias mais elaboradas sobre presença e comunicação nas redes. “A presença digital é muito importante, você precisa criar uma conexão com seu consumidor e aprender a criar conteúdos atrativos, sua rede social tem que ser como uma vitrine. Você não apresenta seu produto de qualquer jeito”, diz. “Mas para isso ser possível é preciso querer aprender como funcionam essas ferramentas”, finaliza.

De acordo com Mayra, há pilares fundamentais que devem ser seguidos por quem quer se destacar nas redes sociais e transformar seguidores em clientes, posicionando melhor uma marca. Porém, os níveis de dificuldade e aprendizado variam muito, mesmo entre analfabetos digitais ou mesmo entre empreendedores de e-commerce que precisam de novas estratégias.”Entre outros fatores, as dificuldades também variam de acordo com a idade das pessoas. O digital é um universo desafiador para todas as faixas etárias, desde boomers até os jovens da geração Z”, conta. “Por conta disso, quero incluir grupos de estudos personalizados, que possam reunir pessoas com dificuldades semelhantes“, conclui.

De acordo com Mayra, desde o início da pandemia, houve crescimento de 60% na busca de empreendedores por mentorias, dicas ou cursos. “As pessoas estão me procurando muito, elas assistem aos meus vídeos no YouTube ou IGTV e dizem que querem fazer o que eu faço. Então é simples, me preocupo em ser didática e ensinar passo a passo”, diz.

#ClickFato #MayraPugliesi

Categorias
Empreedorismo Geral

Modelo, caldeirante e Empresária ‘Caroline Marques’ vem se destacando com trabalho voltados a inclusão social

Com toda a crise que assombra o nosso país, e seguindo as orientações do ministério da saúde, mesmo fazendo parte do grupo de risco, Caroline se dedica mesmo de casa, criando os projetos sociais, voltados a inclusão, principalmente das pessoas com deficiência. Desde jovem trabalha em projetos sociais, e vem promovendo projetos de inclusão de pessoas com deficiência na sociedade, proteção aos animais, direitos da mulher e serviços gratuitos em comunidades com vulnerabilidade sociais.

Caroline Marques de 38 anos participa e se dedica também ao projeto “Sem Barreiras” que oferece, gratuitamente, curso para pessoas com deficiências em pilotagem de drones, capacitação para a produção de foto e filmagem aérea, orientações sobre o mercado de trabalho, regulamentação, funcionamento da aeronave, configurações de vôo, conceitos de Fotografia, entre outros temas.
Com sua garra e força, Caroline tem propagado sua ação em programas de TVs como Super Pop, Daniela Albuquerque, Adriane Galisteu, Eliana, Alessandra Scatena entre outros. “Minha luta será eterna por uma sociedade mais inclusiva e pela acessibilidade para todos” declara Caroline

Caroline Marques nasceu em Santo André, fixou residência em São Bernardo – SP, 38 anos, paraplégica, mãe, formada em processamento de dados, apresentadora tv, modelo e empresária. Foi Presidente da Organização Social “Viver em Igualdade, apresentou a primeira temporada do programa “Viver Eficiente”, o qual tratava de assuntos relacionados às pessoas com deficiência, organizou ações para adoção de animais, realizou ações voluntárias levando profissionais de áreas diversas. Participou de eventos para a valorização e direitos das mulheres, participou de diversos trabalhos publicitários e editoriais de moda voltada a área da pessoa com deficiência. Nomeada Miss Brasil Cadeirante, a empresária é apoiadora do projeto “Sem Barreiras” .

Após seu acidente automobilístico em 1991, no qual ficou paraplégica, iniciou sua luta para aprender a viver respeitando suas diferenças e se incluir na sociedade.
Após meses de internação e cirurgias no Hospital Brasil, iniciou sua reabilitação na AACD ( Associação de Assistência à Criança Deficiente), Hospital das Clínicas de São Paulo, fazendo fisioterapia, hidroterapia e outras terapias em busca de melhorias e independência.
Em 2016 foi candidata a vereadora em São Bernardo do Campo.

 

#ClickFato #ModeloeCaldeiranteEmpresária #CarolineMarques

Categorias
Destaque Empreedorismo

Diplomacia Civil seleciona jovens delegados para representar o Brasil no Youth 20 Arábia Saudita

O Instituto Global Attitude abriu inscrições para a cúpula do Youth 20 (Y20), evento a ser realizado este ano via transmissão online a partir de Riad, capital da Arábia Saudita, entre os dias 12 e 18 de outubro. O encontro precede a reunião do G20 e vai contar com três jovens brasileiros — de 20 a 35 anos de idade — para representar o Brasil no debate de temáticas internacionais.

O Youth 20 é um evento que reúne delegados da União Europeia e dos 19 países com as maiores economias do mundo, fazendo com que os jovens representantes discutam a agenda dos líderes do G20. Os delegados têm o papel de representar a juventude de seus países ou organizações internacionais e propor soluções aos líderes mundiais.

Este ano, os temas debatidos no evento serão: “Future Fit”, “Youth Empowerment” e “Global Citizens”. Portanto, serão discutidas questões como empreendedorismo, futuro do trabalho, capacitação de jovens lideranças, multiculturalismo e desenvolvimento sustentável.

Ao término do evento, um documento com as políticas sugeridas é entregue aos chefes de Estado para que possa ser, de alguma forma, aproveitado.

Datas Importantes

As inscrições serão de 28 de julho a 02 de agosto e o processo é totalmente gratuito. Poderão ser feitas por meio do site do Diplomacia Civil, programa do Instituto Global Attitude, que irá oferecer treinamento aos jovens selecionados. O processo seletivo vai até dia 03 de agosto e serão avaliados os currículos dos candidatos, com ênfase na formação acadêmica ou diplomas afins com as áreas prioritárias do Y20. Também serão levadas em consideração experiências de trabalho ou voluntariado, bem como experiência e representação em fóruns e cúpulas globais anteriores.

Como participar

Cada país participante pode selecionar até três delegados por país, cada qual direcionado para o debate de um dos temas do Youth 20 deste ano. Um dos escolhidos será o líder da delegação. Os requisitos para participar são: ter inglês fluente, capacidade para negociar com outros delegados, entender as posições do Brasil nos temas do evento, estar ciente do papel do Y20 no grupo das 20 maiores economias do mundo e estar disponível para participar de todas as atividades online.

Sobre o Instituto Global Attitude

O Instituto Global Attitude é uma organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP), com sede em São Paulo, sem fins lucrativos e apartidário, cuja atuação transcende fronteiras nacionais e regionais.

O grupo assessora organizações, empresas e governos na promoção de cooperação internacional, inspirando, capacitando e fortalecendo processos transformativos no Brasil e no mundo. Participa, atualmente, de conferências internacionais por meio do braço Diplomacia Civil e de projetos educacionais com empresas e entidades públicas.

#DiplomaciaCivil #BrasilNoYouth20ArabiaSaudita

Categorias
Empreedorismo

Patricia Frassi, do Nosso Estúdio, mostra como aproveitar melhor os espaços em apartamentos pequenos?

A forte tendência por apartamentos pequenos precisa, muitas vezes, de mais atenção na hora de montar um projeto. É preciso ter ideias criativas para aproveitar ao máximo todas as partes do local, mas sem perder a elegância e o conforto. Atualmente os projetos compactos vem ganhando espaço na vida dos brasileiros por ter soluções para deixar o lugar mais estiloso e funcional.

Com boas ideias e a ajuda de um especialista é possível ter um espaço aconchegante, sem afetar a circulação dentro do ambiente. Para a arquiteta Patricia Frassi, do Nosso Estúdio, é preciso usar todos os artifícios da ergonomia de medidas mínimas padrão, garantindo conforto e funcionalidade na hora de montar um projeto deste tipo. “Integrar os ambientes garante uma melhor circulação e organização. Nestes casos, a ideia do ‘menos é mais’. Um exemplo disso é aproveitar o espaço com armários multiusos, ou seja, dividir o ambiente com um armário servindo tanto para o lado do quarto, quanto para o lado da sala”, explica.

A arquiteta afirma ainda, que é bem importante conseguir aproveitar todos os cantinhos com armários ou prateleiras, mas tomando cuidado para não sobrecarregá-los demais: “Precisamos sempre pensar na praticidade do dia-a-dia, o que precisa ter sempre a mão e o que pode ficar guardado por mais tempo sem precisar ficar à vista”.

O conceito de “desapega” se encaixa perfeitamente para quem tem apartamentos pequenos. Quando há itens que não se usam mais e que ocupam boa parte do espaço no apartamento, é hora de dizer adeus. “Além de poder fazer uma boa ação em doar para outra pessoa, você também pode vender itens ou objetos pela internet. Quando realmente não tem opção de se desfazer de algo, você pode guardar em um depósito”, alerta a arquiteta.

Outra área que precisa de atenção é a iluminação dos ambientes, um item que faz toda a diferença em qualquer projeto, mas especialmente em ambientes pequenos. “É preciso garantir uma iluminação flexível para qualquer tipo de uso, seja na sala recebendo os amigos ou assistindo um filme especial no final da tarde. Além disso, para se ter a sensação de amplitude a tendência é escolher paletas de cores mais claras nas paredes, por serem refletoras de luz”, complementa Patrícia.

Com todas essas dicas podemos concluir que, mesmo em um espaço menor, é possível ter muito conforto e sofisticação.

Sobre o Nosso Estúdio

Muito além dos projetos e das obras, o Nosso Estúdio une arquitetura e engenharia, oferecendo soluções a partir de um propósito, unindo profissionais, fornecedores e clientes através da ideação, inovação e realização.


Fundado em 2011, com o nome de Studio 7, o escritório hoje é comandado pela engenheira Ana Alves em parceria com diversos colaboradores de diferentes segmentos, tendo como princípio que negócios são feitos entre pessoas e não entre empresas.

Apoiados nos recursos e potencialidades de uma metodologia inteligente, BIM (Building Information Modeling ou Modelagem da Informação da Construção), a consultoria contempla a construção de processos necessários para viabilizar, sustentar e desenvolver o empreendimento do cliente, desde a aquisição do terreno, concepção dos projetos e o gerenciamento de obras, otimizando tempo e custo e minimizando erros e riscos.

Através de uma metodologia de trabalho colaborativa, o Nosso Estúdio desenvolveu um modelo de negócios baseado na análise do comportamento dos profissionais, de forma a descobrir suas necessidades, desejos e expectativas, gerando, desta maneira, novos produtos, serviços e experiências com técnica, qualidade e simplicidade.

Atualmente com treze colaboradores, a empresa possui em seu portfólio, clientes como Andrade Gutierrez, Gafisa, Lock Engenharia, Conx, Renata Marques Arquitetura, Santander, entre outros, além de mais de cinquenta obras e reformas para clientes finais. Sempre trabalhando com projetos exclusivos e pensados especialmente para cada um.

#ClickFato #PatriciaFrassi #NossoEstúdio

Categorias
Empreedorismo

Influencer Anlive Bhawan realiza corrente do bem para ajudar empresas na pandemia

Com grande influência em suas redes sociais, a empreendedora e digital influencer, Anlive Bhawan, vem ajudando empresários e várias empresas a se recuperarem dos prejuízos enfrentados durante a quarentena.

Anlive teve a ideia e passou a criar um roteiro de divulgação onde estabelecia horários fixos para divulgações em sua própria rede social. O objetivo era atingir o público alvo de cada empresa para conseguirem se manterem ativos no mercado.

O resultado está sendo extraordinário e a corrente do bem está crescendo a cada dia que passa. Com tanto conhecimento em Marketing Digital, Anlive fez grandes parcerias para ajudar a todos e muitas vezes até gratuito, como por exemplo palestras para auxiliar empreendedores.

Anlive Bhawan - Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews - Divulgação
Anlive Bhawan – Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews – Divulgação

Durante este meio tempo, infelizmente Anlive teve uma paralisia facial ocasionada pelo estresse e aos poucos vem se recuperando com muito repouso, porém com tanto amor pela corrente que vinha realizando, mesmo estando debilitada, Anlive não teve coragem de abandonar a corrente solidária.

As propostas não param de chegar, as correntes tomaram proporções gigantescas e Anlive se recupera bem e está super feliz com as milhares de mensagens positivas que vem recebendo diariamente em sua rede social.

Para acompanhar mais sobre a carreira de Anlive, basta segui-la no Instagram @anlivebhawan

Crédito das Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews – Divulgação  

Anlive Bhawan - Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews - Divulgação
Anlive Bhawan – Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews – Divulgação
Anlive Bhawan - Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews - Divulgação
Anlive Bhawan – Fotos: Acervo Pessoal / @pcbeccbnews – Divulgação
Categorias
Empreedorismo

Empreendedor e empresário de sucesso, Márcio Lucas fala sobre sua carreira e novo Canal de Negócios da Polishop

“É Na hora da decisão que você traça o seu destino”. Esta frase é lema de vida de Márcio Lucas Gonçalves da Silva, que tem 47 anos e trabalha há 29 anos no segmento de Networking Marketing. Ele sempre esteve envolvido com público, já foi modelo, empreendedor, empresário e é formado em Marketing e Publicidade.

Profissionalismo, seriedade, compromisso, dedicação, humildade e amor são características que o tornaram um grande líder, com muitos resultados e conquistas. Márcio Lucas já fez parte de grandes empresas internacionais como Amway Corporation e Forever Living Products. Atualmente está na gigante do varejo que é a Polishop.

Como uma das principais referências no ramo em que atua, Márcio Lucas tem ajudado milhares de pessoas, principalmente neste período de pandemia. No seu dia a dia tem feito diversas doações financeiras que estão passando necessidades. Como um bom home de negócios, ele sempre agiu com determinação e coragem, mantendo o propósito de alcançar seus objetivos e ajudar aqueles que o cercam, sem precisar ficar divulgando.

No momento atual, em que o Brasil está passando por uma crise tanto na saúde quanto na economia, ele tem conseguido trazer de volta a dignidade de muitos homens e mulheres de família, os quais perderam suas fontes de renda ao perderem seus empregos.

Marcio Lucas garante ter a melhor oportunidade de negócios dentro da maior tendência da atualidade e na maior avenida do mundo hoje que é a internet, para aqueles que querem diversificar renda ou de fato serem empreendedores de sucesso.

#ClickFato #MarcioLucasPolishop #CanalDeNegociosdaPolishop

Categorias
Empreedorismo

Evento On-line Gratuito Debate o Afrofuturismo no Brasil

Prospecções de futuros, tecnologias e possibilidades, com base numa perspectiva e olhar preto, são os assuntos abordados no evento on-line O futuro é preto – Afrofuturismo, que acontece nesta sexta-feira (19/06), das 16h às 21h30, com inscrições gratuitas pelo link  bit.ly/afro-futurismo.

Onze palestrantes pretas e pretos terão 30 minutos cada um para falar sobre o Futuro do Preto no Brasil por meio de suas experiências na sua área de atuação e expertises, são eles: o escritor Fábio Kabral, a Doutora em Educação Erica Coutrim, o autor e roteirista Ale Santos, a professora Lília Melo, o escritor e músico Israel Neves, Head da Humania – Futuros Aplicados e Inovação Gisele Santos, Doutora em Literaturas Africanas Aza Njeri, o pesquisador musical Henrique André, a pesquisadora Zaika dos Santos, a autora Ytasha L. Womack, e a Criadora da Plataforma Afrofuturismo Morena Mariah.

“Acredito na relevância de discutir o futuro a partir da perspectiva negra porque na realidade brasileira nós somos a maioria da população. Não estamos em maioria nas instituições, na política institucional, somos governados e liderados por pessoas que desconhecem nossas pautas e necessidades. Então a realização de um evento em que possamos refletir coletivamente sobre nossas prioridades é vital para que nossa agenda seja cada vez mais ouvida”, explica Morena Mariah.

Os idealizadores do evento Carolina Maria, Fausto Vanin, Giselle Santos e Stefanny Lopes acreditam que pensar o futuro no Brasil precisa passar fundamentalmente pelas questões raciais. “As soluções efetivas para os desafios que enfrentam os pretos e pretas no país precisam levar em conta as realidades da maioria da população”, afirmam.

Ainda segundo os idealizadores, “ao ser questionada sobre a ausência de pessoas pretas em um evento sobre futurismo, a responsável pelo encontro teve atitudes extremamente racistas e quis dizer que não há pessoas pretas aptas a falar sobre isso aqui no Brasil. Pois ela está muito enganada!”

“Sendo assim, nós montamos uma revolta da paz de estruturar rapidamente um evento para o mesmo dia, com pessoas pretas brilhantes para falar sobre perspectivas pretas de futuro, a partir das suas áreas de atuação. E é com muita honra e prazer que convidamos todos para participar dessa ação que movimenta o presente a fim de construir um futuro”, comentam os idealizadores.

Serviço:

Evento on-line: O futuro é preto – Afrofuturismo.

Data: 19 de junho de 2010.

Horário: Das 16h às 22h;

Inscrições gratuitas: bit.ly/afro-futurismo

Palestrantes:

Fábio Kabral: Ator formado pela Casa das Artes de Laranjeiras (CAL) e estudou Letras na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e na Universidade de São Paulo (USP)Autor dos romances “Ritos de passagem” (Giostri, 2014), “O Caçador Cibernético da Rua 13” (Malê, 2017) e “A Cientista Guerreira do Facão Furioso” (Malê, 2019). Escreve artigos e ensaios sobre afrofuturismo publicados em livros, revistas, reportagens, jornais e blogs. Debate sobre afrofuturismo e afrocentricidade, mitologia e ancestralidade, ficção científica e fantasia em palestras, oficinas, rodas de conversa, podcasts e vídeos na plataforma YouTube. Junto com Karolina Desireé, ministra oficinas de escrita e de criação afrofuturista nas redes SESC e Fábricas de Cultura da Grande São Paulo. Cofundador do site “O Lado Negro da Força”, que promove e fomenta a presença negra na cultura pop. Candomblecista iniciado no Ilê Oba Às̩e̩ Ogodo.

Erica Coutrim: Doutora em Educação pela USP/TU Berlin, pesquisadora (nível pós-doutoral) em educação bilíngue e currículo. Consultora Educacional Unesco (Educação e Cidadania) e Ministério da Educação (PNLD/BNCC). Consultora pedagógica de grupos educacionais privados na área de educação bilíngue e currículo. Especialista em processos de ensino-aprendizagem em contextos multilíngues e multiculturais. Especialista em Germanística (multilinguismo e contextos de migração) e em análise de Big Data em Educação. Portfólio: www.ericacoutrim.com.br.

Ale Santos: Autor e roteirista, especialista em games e storytelling. Descrito como “o cronista dos negros no twitter” pela Revista Piauí, usa as threads para combater o racismo com informação. É autor de sci-fi e fantasia afroamericana, tendo participado de uma coletânea mundial. É colunista da Vice e Colabora com veículos de comunicação como Super Interessante e The Intercept Brasil. Em 2019 lançou Rastros de Resistência pela Panda Books e o conto Afrofuturista Cangoma pela Plataforma 21 na coletânea Todo Mundo tem Uma Primeira Vez. Foi eleito Top Voice no Linkedin em 2019 e também uma das 15 pessoas que ajudaram a construir o mercado de conteúdo e influência no Brasil pelo Youpix Builder.

Lília Melo: Professora fundadora do Cine Club TF, embaixadora da Varkey Foundation 2020 e finalista da Global Teacher Prize, Nobel da educação 2020. Ela é embaixadora do Prêmio Professor Transformador 2020/ Bett Educar; Base2Edu/2020 e vencedora do Prêmio Professores do Brasil 2018. 

Israel Neves: Escritor, músico e integrante da Kitembo Edições Literárias do Futuro, editora negra focada em literatura Fantástica e Afrofuturista. 

Gisele Santos: Head da Humania – Futuros Aplicados e Inovação, Google Innovator, Edu Product Expert, Palestrante e LX Designer. 

Aza Njeri: Doutora em Literaturas Africanas, pós-doutorada em Filosofia Africana, pesquisadora de África e Afro-diáspora, professora, multiartista, crítica teatral e literária, mãe e youtuber (youtube.com/azanjeri). 

Henrique André: Nascido em SP, Henrique, passou sua infância e juventude em Petrolina, PE. Retornou a SP em 1990, onde reside até hoje. É pesquisador musical, fomentador e consumidor de artes. Henrique é um contador de histórias, das que viveu e das que sonha viver. Em 2014 publicou “Memórias de Lembranças esquecidas: Poesias, fragmentos que formam” e em 2019 lançou “ALÁGBÁRA: o sonho”, sua primeira narrativa afrofuturista ilustrada por Isaac Santos. 

Morena Mariah: Criadora da Plataforma Afrofuturismo, estrategista cultural, consultora de projetos e palestrante. Resolvedora de problemas complexos. Especialista em Estudos Culturais, Mídia, Afrofuturismo, Inovação e Diversidade. 

Zaika dos Santos: multi-artista, pesquisadora, cientista/divulgadora científica do Afrofuturismo. Fundadora das iniciativas científica/educacional Afrofuturismo: Arte e STEM, do coletivo artístico e educacional Saltosoundsystem e da iniciativa de multiartes Nok é Nagô. Tecnóloga em Audiovisual, em Rádio e TV e em Web Design. Atualmente concluindo graduação de Licenciatura em Artes Plásticas na Universidade Estadual de Minas Gerais. Pesquisadora afiliada à ABPN (Associação Brasileira de Pesquisadores Negros), integrante do grupo de pesquisa LabFront da Universidade de Minas Gerais (Laboratório de Poéticas Fronteiriças).

Ytasha L. Womack: autora premiada, cineasta, estudiosa independente e terapeuta de dança. Ela é uma das principais especialistas em Afrofuturismo, a imaginação e suas aplicações. Ytasha foi homenageada entre os 40 under 40 designers for social good and innovation do DesignHub em 2017 e listada como “cineasta para assistir” no The Chicago Tribune. Seu livro Afrofuturism: The World of Black Sci Fi and Fantasy Culture (Chicago Review Press) é a principal referência sobre o assunto e ensinada em faculdades e universidades. Afrofuturism também é finalista de Não Ficção dos Locus Awards.

#ClickFato #Afrofuturismo

Categorias
Empreedorismo

Semana do Detox Digital reúne especialistas no YouTube para falar sobre uso saudável da tecnologia

No dia 1° de junho, segunda-feira, começa a primeira edição da Semana do Detox Digital. O evento virtual acontece no YouTube, no canal da your/dev (a empresa organizadora), durante 6 dias consecutivos, sempre pela manhã, a partir das 09h. Para participar basta fazer a inscrição pelo https://bit.ly/semanadetoxdigital. A ideia partiu do jovem empresário Matheus Costa, fundador plataforma e CEO da empresa de transformação digital your/dev.

Segundo a edição 2019 do relatório ICD (Indicador de Confiança Digital), conduzido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), “para 41% dos jovens brasileiros, as redes sociais causam sintomas como tristeza, ansiedade ou depressão.” O estudo mostrou também que apenas 27% dos jovens esperam o melhor da tecnologia

O evento reúne especialistas em comportamento e autoconhecimento para estimular o debate e a reflexão sobre o uso consciente da tecnologia. São eles Eduardo Valladares (designer de aprendizado), Daniela Generoso (psicóloga), Roberta Sertã (professora de yoga radicada na Tailândia), Arnaldo Neto (apresentador do programa ‘Minuto de Proposito’, na Rádio Mix e autor do best-seller ‘Vivendo de Propósito’), Pedro Salomão (autor de ‘Empreendendo Felicidade’ (2016) e finalista do último prêmio Jabuti com o livro LYdereZ (2018)) e Fernando Gonçalves (CEO e fundador da CINCO, empresa que tem como clientes atletas como Carlos Burle, Anderson Silva, Lucas Paquetá e Minotouro)

A ideia do tema surgiu diante de uma dor pessoal. Matheus experimentou os efeitos negativos do uso excessivo das ferramentas digitais no seu dia a dia. Sintomas  como alterações no sono e na visão, distração, ansiedade, stress, entre outros o levaram a pesquisar o assunto e conversar com especialistas. A adoção de hábitos digitais mais saudáveis e conscientes devolveram qualidade de vida e até aumentaram a produtividade. Compartilhar o conhecimento para que mais pessoas possam se beneficiar foi o ponto de partida da criação do evento.

Neste momento em que a pandemia e o isolamento social levam a uma revisão de conceitos e comportamento, tendo no digital a saída para a sobrevivência de negócios e interação social, resolvemos incentivar as pessoas a olhar para si e modificarem seus hábitos viciados pela era da informação,” acrescenta Matheus.

Um estudo batizado de “Status of Mind” (estado da mente, em português), feito em 2017 pela Royal Society of Public Health, de Londres, Reino Unido, revelou que o Instagram é o pior aplicativo quando se trata de saúde mental. A pesquisa analisou as reações aos posts de Facebook, YouTube, Twitter, Snapchat e Instagram e teve como resultado que o app de fotos e vídeos provoca ansiedade, depressão, má qualidade do sono e insatisfação com o próprio corpo — alguns dos sintomas do caráter viciante do FoMO – Fear of Missing Out (a síndrome de quem fica viciado em redes sociais, “medo de estar perdendo algo”) .

A Semana do Detox Digital aproveita para divulgar o trabalho do Instituto da Criança, organização que há 26 anos aproxima o investimento privado de causas solidárias e promove a gestão eficiente destes recursos. Será possível realizar doações para a organização social, que servirão de apoio a campanhas de combate a COVID-19.

 Programação:

Introdução ao tema:

“Desapegue, mude hábitos e cuide da saúde física e mental”

Agenda:

01/06 – Eduardo Valladares: A importância de se reinventar diante da pandemia

02/06- 9h – Daniela Generoso: Ansiedade versus Autoresponsabilidade

03/06– 9h – Arnaldo Neto: Como encontrar o seu propósito através da sua dor?

04/06 – 9h – Roberta Sertã: Como a prática do Yoga e da Meditação podem te desintoxicar na quarentena

05/06 – 9h – Pedrinho Salomão: Valor Presente: A Estranha Capacidade de Vivermos Um Dia de Cada Vez

06/06 – 10h – Fernando Gonçalves: Alta Performance Emocional e Mental

Os Palestrantes:

Eduardo Valladares: Designer de Aprendizagem, criador da metodologia Guia do Estudo Perfeito e professor do portal de educação Descomplica. Palestrante internacional e TEDx Speaker, autor do livro “Como Aprender Melhor” (Amazon)

Daniela Generoso: Psicóloga especializada em Neuropsicologia, fundadora do Instituto É Possível Sonhar, escritora, colunista e mestranda em Violência Sexual, Física e Psicológica (Ansiedade e Depressão).

Arnaldo Neto: apresentador do programa “Minuto de Propósito” na Rádio Mix, palestrante, TEDx Speaker. Possui em sua trajetória clientes como NBA, Gurumê e Multishow. Autor do best- seller, “Vivendo de Propósito” (Editora Mastermind).

Roberta Sertã: administradora de formação, trabalhou em grandes empresas como Accenture e IBM por alguns anos. Professora de yoga e instrutora de meditação, atualmente mora na Tailândia dando aulas particulares de yoga online.

Pedro Salomão: Fundador da Rádio Ibiza, administrador com especialização em Sociologia Cultural (PUC-RJ). Com mais de 1000 palestras Brasil afora, Pedro é autor de “Empreendendo Felicidade” (2016) e finalista do último prêmio Jabuti com o livro “LYdereZ” (2018) e está lançando seu 3º livro “VALOR PRESENTE : A estranha capacidade de vivermos um dia de cada vez.”

Fernando Gonçalves: economista, especializado em psicologia, CEO e cofundador da CINCO, onde potencializa empresas e atletas com o treinamento de competências mentais e emocionais. Entre seus clientes, atletas, como Carlos Burle, Anderson Silva, Lucas Paquetá, Minotouro, Lucas Fink e empresas, como Flamengo, AMBEV, Reserva, Petrobras, Coca Cola e TIM.

Idealização e Organização:

your/dev. – Desenvolvemos soluções escaláveis para promover a Transformação Digital com nossos clientes.

https://www.yourdev.com.br/ / @yourdevbr

Matheus Costa: Formado em Gestão de T.I pelo Instituto Infnet, passou por empresas como Deloitte, TIVIT e Petrobras, onde trabalhou com Gestão de Segurança da Informação. É certificado pela Scrum Alliance como CSPO (Product Owner), Modelos de Negócios Digitais pela FGV (RJ) e Marketing e Comunicação pela Cria School. Além disso, é representante no Brasil da IdeaLunchbox , aceleradora internacional de startups, com sede em Chicago (EUA).

Apoio:

Instituto da Criança: O Instituto da Criança é uma solução para promover o desenvolvimento humano. Por meio do investimento social privado e da gestão de projetos, a organização inspira a prática da solidariedade. Com 26 anos de história, o Instituto funciona como uma via de aproximação entre pessoas físicas e jurídicas que têm condições e vontade de contribuir, contudo não sabem como fazer este investimento chegar a quem realmente precisa

https://www.institutodacrianca.org.br/ / @institutodacrianca

Categorias
Empreedorismo

Startup carioca de games conclui projeto vencedor de concurso da ONU

Acelerada pelo StartupRio, do Governo do Estado do Rio, Delta Arcade criou o “Cidade do Amanhã”.

O game “Cidade do Amanhã”, vencedor do concurso da Organização das Nações Unidas (ONU), teve o projeto final aprovado nesta quarta-feira (20/05). O jogo da Delta Arcade venceu o 1° Concurso de Jogos Digitais do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). A startup carioca começou no processo de aceleração do StartupRio, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, que é o único programa para o desenvolvimento e aceleração para games do Brasil.

O concurso da ONU, com o tema central Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 16, teve como foco promover sociedades pacíficas e inclusivas, proporcionar o acesso à justiça e construir instituições eficazes. A premiação foi realizada em parceria com o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) e o programa Nordic Dialogues.

O game “Cidade do Amanhã” é um jogo virtual de cartas e estratégia para estimular jovens a pensarem nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e incentivar a participação social. Nele, os jogadores assumem o papel de um personagem e devem tomar decisões que levam a cidade rumo ao desenvolvimento sustentável.

O resultado do concurso saiu em dezembro de 2019 e a equipe vencedora recebeu apoio financeiro para desenvolver o projeto do game, que acabou de ser finalizado e aprovado. O jogo é livre para todas as idades, sendo mais indicado para alunos do final do fundamental II e ensino médio, na faixa etária de 11 a 15 anos. A Delta Arcade concorreu com cerca de 20 outras startups.

Para o CEO do game “Cidade do Amanhã”, Paulo Eduardo Aragon, que recebeu a premiação em um evento no escritório da ONU em Brasília, vencer um concurso da representatividade das Nações Unidas mostra o potencial transformador dos jogos:

“A premiação foi muito importante pela possibilidade de testar a metodologia criada pelo estúdio para otimizar o resultado positivo dos jogos na educação; pela experiência adquirida em lidar com um cliente das proporções das Nações Unidas e a oportunidade de termos em nosso portfólio um produto desenvolvido para a ONU”, ressaltou o jovem, que integra o grupo com outros quatros participantes.

A Delta Arcade participou da 4ª edição do edital do StartupRio, programa vinculado à Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) do Rio de Janeiro. Paulo Aragon destacou a importância de participar do processo de aceleração do programa:

“Aprendemos a transformar o que, inicialmente, era apenas o sonho de cinco 5 jovens que queriam trabalhar com jogos em um modelo de negócios viável. Hoje, a equipe está mais madura, com visão de mercado, técnicas sólidas de produção e muita disposição de entrar de cabeça no mercado” enfatizou.

O coordenador-geral do StartupRio, Paulo Espanha, destacou o papel do Programa como sendo o único para o desenvolvimento e aceleração de games no Brasil:

As empresas desenvolvedoras de Games tem apresentado um constante crescimento ao longo dos últimos anos.  O Rio de Janeiro tem o segundo maior coletivo de empresas desenvolvedoras de Games do Brasil. Estamos entre um dos 5 maiores mercados de games do mundo. O StartupRio é um dos raros, senão o único, programa de fomento bancado por Governos Estaduais do país. Estamos confiantes de seguir multiplicando a iniciativa de trazer mais Games e consolidando o StartupRio como o mais desejável Programa de Aceleração para a indústria de Games do Brasil.”

Inscrições abertas para novo edital do StartupRio

O StartupRio está com inscrições abertas para o edital da 5ª edição do Programa Startup Rio 2020 – Apoio à Difusão de Ambiente de Inovação em Tecnologia Digital no Estado do Rio de Janeiro. O novo prazo vai até 29 de maio. O edital terá o valor total de R$ 6 milhões e vai contemplar 10 cidades do estado.

Atualmente, 46 startups são aceleradas pelo StartupRio e funcionam gratuitamente no espaço de co-working do programa com mais de 1.000m², no Catete, na Zona Sul. No total, 116 startups já receberam o fomento do Governo do Estado do Rio, em seis anos.

Link para o edital:

http://www.faperj.br/downloads/Edital_N%C2%BA_22_Startup_Rio_2020.pdf

#ClickFato #StartupRio