Categorias
Fitness

Brayner é um dançarino de Campos dos Goytacazes e sonha se destacar nacionalmente

O carioca Brayner Santoro, de campos dos Goytacazes é um dançarino que começou cedo no meio artístico Ele dança desde os 15 anos, e desde então não parei mais.

Brayner tem um sonho de expandir seu trabalho profissional, ele que já fez apresentação no programa do Caldeirão do Huck, apresentação na Furacão Furacão e da aula pra várias pessoas em várias academias da cidade.

Além das apresentações, o dançarino também faz trabalhos com projetos sociais, dando aula pela prefeitura e também tem um trabalho musical onde faz apresentações com DJ e dançarinas.

“Eu estou focado em expandir o meu trabalho e deixar o meu legado no meio das artes. O meu maior sonho é ter reconhecimento nacional e deixar alegria um pouco de esperança e muita energia no coração dos meus fãs”, explica Brayner Santoro.

#ClickFato #BraynerSantoro

Categorias
Cidades Noticias

Em Itapevi, na Grande São Paulo, aulas e refeições no restaurante Bom Prato estão suspensas; cidade tem Centro de Combate ao Coronavírus

A Prefeitura de Itapevi criou na quinta-feira passada o Comitê de Monitoramento e Orientação de Medidas contra o coronavírus. Na sexta-feira foram publicadas as primeiras medidas e hoje, segunda-feira, 16, uma nova série de ações mais efetivas foram tomadas.

A que impactará o maior número de moradores é com relação à suspensão das aulas já na quarta-feira, 18 de março.  O restaurante Bom Prato também fechou desde quarta.

Todos os eventos culturais, esportivas e institucionais programados para março estão cancelados deste a sexta-feira, 13, e as aulas oferecidas pelas secretarias de cultura e esportes serão suspensas a partir de quarta-feira.

A Prefeitura também abriu crédito especial de R$ 1 milhão para ser utilizado pela saúde nos primeiros dias de combate ao coronavírus, suspendeu férias e licenças de todos servidores da saúde. Dez médicos estão sendo contratados em regime de urgência e conseguiu com Governo Federal mais cinco que serão encaminhados à cidade nos próximos dias.

Além disso, orienta as igrejas, os restaurantes e as praças de alimentações para que suspendam as atividades a partir da próxima sexta-feira, 20 de março.

Precisamos tomar decisões enérgicas agora para evitar a propagação. A China sofreu muito com o vírus por que demorou pelo menos três semanas para iniciar as decisões que estamos tomando agora. O quanto antes agirmos, menos será o número de moradores infectados“, destacou o prefeito Igor Soares.

Itapevi terá Centro de Combate ao Coronavírus funcionando na quarta-feira

Desde dia 18, funcion o Centro de Combate ao Coronavírus, na rua José Michelotti, 97, Vila Nova Itapevi. Espaço para atendimento exclusivo de moradores da cidade que apresentem sintomas da doença.

Objetivo é evitar que infectados aguardem atendimento nas demais unidades de saúde, correndo o risco de propagar ainda mais o vírus.

O Centro começou a ser adaptado no sábado, 14 de março, e funcionará 24 horas por dia, com médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem treinados para atendimento a sintomáticos do coronavírus.

Um dos locais com maior probabilidade de contrair o vírus é na unidade de saúde, enquanto o paciente aguarda ser atendido. Diante disso, estamos criando um centro específico, para dar agilidade ao atendimento, evitar o contato das pessoas infectadas com outras não infectadas e minimizar o avanço da doença no município“, explicou o prefeito Igor Soares.

Categorias
Pets

Vira-Latas são os cães favoritos dos paulistanos

Antigamente, era comum associar cães sem raça definida com animais de rua, tanto que a alcunha “vira-lata” foi criada. Mas hoje, tal ideia não é mais tão difundida, até por que esses peludinhos estão presentes em 41% dos lares brasileiros. Em relação à cidade de São Paulo, são mais de 61 mil cães SRD cadastrados na DogHero , maior empresa de serviços para pets da América Latina que, através do site e app, conecta quem tem animal de estimação a uma comunidade de passeadores, pet sitters e anfitriões escolhida a dedo. Segundo o PetCenso2019, levantamento anual feito pela empresa que reúne dados sobre os principais nomes e raças de cachorros e gatos dos brasileiros, os vira-latas correspondem a mais de 29% dos cachorros cadastrados em São Paulo.

Em segundo lugar, vem a raça Shih Tzu (11,34%) e na sequência está o Yorkshire Terrier (6,31%), o que mostra o apreço dos paulistanos pelas raças de porte pequeno. No ranking deste ano, o Golden Retriever aparece apenas na 6ª posição. Além disso, o PetCenso revela que não há preconceitos contra raças consideradas “ferozes”. Raças como American pit bull terrier, Chow Chow e Rottweiler estão no Top 30 do levantamento.

Filhotes & Cães idosos

Dentre os mais de 200 mil cães cadastrados na cidade de São Paulo, cerca de 16,6% tem dois anos de idade. Em seguida, há cachorros de três anos (14,2%), quatro anos (9,4%) e de um ano (7,7%). Porém, os cuidados com o animal de estimação não se restringem apenas aos filhotes. Os peludinhos idosos – com idade acima de oito anos – também representam uma parcela significativa do PetCenso: mais de 22 mil animais cadastrados. Dentre as idades de 11 a 17 anos, os cães com treze anos são predominantes (5,7%).

Nomes Populares

Nomear o novo integrante da família pode não ser uma tarefa fácil. Alguns tutores buscam nomes diferentes ou com referência à cultura pop. Outros, observam o cão durante um tempo para criar o nome que mais combine com ele. Por fim, há até mesmo aqueles que gostam de dar nomes “de gente”. Mas independente do jeito usado, alguns nomes são mais comuns e não é raro encontrar cachorros xarás. Confira os nomes mais populares dos peludinhos de São Paulo:

• Mel;
• Nina;
• Thor;
• Luna;
• Mag;
• Luke;
• Amora;
• Lola;
• Bob;
• Teo.

#ClickFato #Pets #PetCenso

Categorias
Cidades Noticias

Governo de SP vai acionar a justiça pra cobrar prejuízos da paralisação da Linha 15-Prata

O governo do Estado de São Paulo vai acionar a justiça para cobrar do Consórcio CEML todos os prejuízos decorrentes da paralisação da Linha 15-Prata, por problemas apresentados nos trens do monotrilho. A estimativa é que o prejuízo seja de R$ 1 milhão diariamente pela paralisação recomendada pela Bombardier no último dia 29/02. De acordo com o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, “o maior prejuízo é a população não ter a perspectiva de retorno de funcionamento do modal de transporte público, deixando trabalhadores e trabalhadoras sem o meio de transporte mais eficiente“.
Também será tratado com órgãos competentes na próxima semana, pedido de declaração de inidoneidade para o consórcio, proibindo as empresas de celebrarem novos contratos com poder público em todo o Brasil.
A decisão foi tomada como forma de cobrar os prejuízos e transtornos causados à população.
O Metrô mantém um gabinete de crise e acompanhamento das atividades de investigação da causa do incidente ao pneu e run flat do monotrilho, além de cobrar urgência na retomada da operação da linha com absoluta segurança.
Categorias
Destaque Televisao

GloboNews abre sinal na internet e escala novos comentaristas

A “expansão da pandemia” do coronavírus fez a GloboNews tomar uma decisão em relação à sua distribuição. Desde domingo, 15, a emissora está com o sinal aberto na internet. E assim permanecerá por duas semanas. Dessa forma, quem acessa o site da emissora que “nunca desliga” no G1 pode acompanhar ao vivo o que está sendo pauta na televisão. Além de informações sobre a Covid-19, o público pode notar mudanças no programa ‘Estúdio I’.

A abertura do sinal da GloboNews coincide com a estreia da CNN Brasil. A chegada da concorrente, que também tem disponibilizado sua programação ao vivo na internet, é, contudo, ignorada pela direção do canal mantido pelo Grupo Globo. Em comunicado divulgado em sua sala de imprensa virtual, a emissora reforça que a estratégia passa pela necessidade de informar o maior número de pessoas sobre o coronavírus. “Informação é fundamental”, diz o veículo.

Mesmo sem mencionar a CNN Brasil, o veículo de comunicação do Grupo Globo faz questão de ressaltar o tempo de programação ao vivo e o número de colaboradores envolvidos com o projeto. Algo que não tem relação direta com a abertura do sinal devido à pandemia do coronavírus. “Com mais de 17 horas ao vivo diariamente e 2.500 profissionais ligados à atividade jornalística, a GloboNews chega a todos os cantos do Brasil e do mundo rapidamente, para trazer qualquer notícia de interesse público, sempre com a análise dos comentaristas”.

Também sem menção à CNN Brasil, o coronavírus serviu para a GloboNews confrontar a estreia da concorrente. Na noite de domingo, 15, a emissora do Grupo Globo derrubou sua programação normal para exibir — ao vivo — especial sobre o vírus que tem provocado o fechamento de fronteiras mundo afora. Segundo observado pelo jornalista Daniel Castro, do site Notícias da TV, o canal que “nunca desligou” chegou a ficar mais de quatro horas sem exibir um único intervalo comercial.

A estratégia, de acordo com o mesmo Notícias da TV, deu certo. A GloboNews permaneceu na liderança do Ibope da TV por assinatura ao longo da noite de domingo. Fechou a faixa com média de 1,1 ponto — levando-se em consideração os dados prévios de audiência. Estreante, a CNN Brasil surgiu na segunda colocação. A nova emissora de notícias ficou, na média do período analisado, apenas três décimos atrás da concorrente. Registrou 0,8. Surgiu, assim, à frente de Record News e BandNews TV, com 0,1 cada uma.

O sinal aberto na internet em prol do noticiário sobre o coronavírus não é a única novidade da GloboNews. Programa apresentado por Maria Beltrão, o ‘Estúdio I’ começou esta semana com reforços. A partir de agora, a atração terá quatro novos comentaristas: Cesar Tralli, Julia Duailibi, Natuza Nery e Monica Waldvogel. Todos eles baseados nos estúdios do veículo em São Paulo. E terão dias específicos de participação. Tralli será o convidado fixo das segundas. Natuza aparecerá nas quartas, enquanto que Julia (terça e quinta ) e Monica (quinta e sexta) terão dois dias.

Fora os novos comentaristas, que já eram funcionários do Grupo Globo, o ‘Estúdio I’ investe em mais dois quadros. Ambos em parceria com o G1. Como já ocorre na televisão aberta, o ‘G1 em 1 Minuto’ será marcado pela interação dos repórteres do portal com Maria Beltrão. O boletim dará vez a pautas curiosas e exclusivas, além de apostas e dicas culturais. De sexta-feira, a atração exibirá o ‘Fato ou Fake’. Na versão televisiva do projeto, a repórter Clara Velasco vai confirmar (ou desmentir) as notícias (ou boatos) que repercutiram nas redes sociais e aplicativos de mensagens ao longo da semana.

As novidades pensadas para o ‘Estúdio I’ alegram a apresentadora. “Estou muito feliz com essa integração ainda maior com o G1”, ressalta Maria Beltrão. Ela valoriza, ainda, os novos colaboradores do programa. “[Também estou muito feliz] com a chegada desses quatro brilhantes jornalistas, dando mais espaço para a cobertura das notícias de São Paulo”, elogia a comunicadora baseada no Rio de Janeiro. “São profissionais com vasta experiência e muitas fontes. Ou seja, vão trazer diversas notícias de bastidores”, complementa a jornalista que vê o seu trabalho fazer parte do combo de novidades da GloboNews.