Categorias
Destaque

Desentendimentos na comunicação: “Eu falo, mas ninguém me entende!”

Caroline Penteado, psicóloga e coach de inteligência emocional, explica como evitar desentendimentos no ato de se comunicar

Essa é uma frase muito frequente nos consultórios e terapias. Aliás, os especialistas dizem que essa é uma queixa comum durante as sessões.

“Esse é um tema que ‘bomba’ nos pedidos de ajuda. Ou ainda, situações em que qualquer coisa que você fale possa ser interpretada de uma forma totalmente diferente da sua intenção, que acaba te fazendo pisar em ovos na relação”, ressalta a especialista Caroline Penteado.

Você também passa por isso?

Caroline Penteado, psicóloga e coach de alta performance emocional

Existe uma frase que corre as redes sociais dizendo: “Eu sou responsável pelo que digo e não pelo que você entende!”.

Carol esclarece que, na prática, não é bem assim, pois normalmente isso gera muitos desentendimentos.

“Você pode realmente não saber o que o outro entende, mas pode ficar atento para as mensagens que emite”, lembra.

Ou seja, muitas vezes não somos claros na forma como nos comunicamos.

Um exemplo é quando falamos de sentimentos para traduzir coisas que não são sentimentos. Ou usamos palavras que não são desse contexto para comunicarmos como nos sentimos.

“E isso gera uma confusão imensa no receptor da mensagem. Até arrisco a dizer que gera confusão na cabeça de quem fala também”, instiga.

Como evitar desentendimentos?

A psicóloga aponta alguns tópicos que a pessoa que não se sente compreendida deve analisar.

Quais foram as palavras que você usou? Com qual tom de voz foi dito? E, principalmente, você utilizou frases que transmitem juízo de valor ou avaliação?

“Quando empregamos frases que contêm avaliação moral (certo, errado, bom ou ruim, ou ainda generalizações, por exemplo), a janela da comunicação se fecha quase que automaticamente”, esclarece a coach.

Então, ela dá quatro dicas sobre comunicação que se forem aplicadas, certamente a comunicação será mais assertivo, além de as pessoas realmente receberem a mensagem enviada.

  1. Observe sem avaliar;
  2. Comunique seu sentimento real;
  3. Fale sobre a sua necessidade fidedigna;
  4. Faça um pedido claro.

Caroline expõe o exemplo: seu marido deixou a toalha molhada em cima da cama mais uma vez e você realmente já está aborrecida de mais com a situação.

Sua primeira reação é falar: “É a milésima vez que você deixa a toalha molhada em cima da cama, você é surdo por acaso? Eu falo, falo, falo e você nunca faz o que eu peço, eu não sou sua empregada!” (e por aí vai).

“Utilizando as dicas que dei acima, podemos ressignificar a forma como você comunica, para gerar empatia na pessoa que está te ouvindo”.

  1. Percebi que você deixou a toalha molhada em cima da cama novamente;
  2. Quando isto acontece me sinto triste;
  3. Pois tenho a necessidade de manter a casa arrumada;
  4. Você poderia colocar a toalha no cesto?

“Um dos maios segredos está em se basear na comunicação não violenta”, revela a especialista.

Ou seja, você não utilizou uma linguagem avaliativa, logo, deixou o canal de diálogo aberto com o outro, para que ele responda ao seu pedido.

“Essa técnica pode ajudar você a entrar em contato com o que você realmente sente. Além  de também expressar seus sentimentos de maneira clara e objetiva, o que irá manter as relações mais saudáveis”, finaliza.

Serviço:

Caroline Penteado – Psicóloga e Coach de Alta Performance Emocional

www.carolinepenteado.com

Categorias
Noticias

Você sabe o que a Defensoria Pública pode fazer por você?

Flávia Albaine, Defensora Pública de Rondônia, explica que esse instrumento social e jurídico vai muito além do que a população pensa

Nascida no Rio de Janeiro, atualmente Flávia Albaine é Defensora Pública em Rondônia, mais precisamente na comarca de Colorado do Oeste.

Por isso, ela acredita que a educação seja o grande caminho para o alcance de uma sociedade mais inclusiva e menos preconceituosa.

“A instrução em direitos é uma forma de acesso à justiça na medida em que esclarece quais são e como a população pode usá-los”, explica.

Entretanto, alguns cidadãos não sabem o que podem conseguir com a Defensoria Pública, aliás, muitas vezes nem sabem que ela existe.

“Ela é a instituição de promoção dos direitos humanos e a expressão do regime democrático. O Defensor Público é um instrumento de inclusão social para todos que sejam hipossuficientes economicamente (com baixa renda). Ou seja, nós estamos à disposição para orientações jurídicas, ajuizarmos demandas judiciais, administrativas e para a defesa nesses processos”, esclarece a profissional.

Defensoria Pública não é só para quem possui baixa renda

Flávia ressalta que outro engano é o de pensar que apenas as pessoas que não tenham condições financeiras possam buscar a Defensoria Pública.

“Também podem procurar esse atendimento todos aqueles que estejam em alguma situação de risco, independentemente da condição financeira, tais como as mulheres vítimas de violência doméstica, pessoas com deficiência que necessitem de tratamento de saúde, crianças e adolescentes que estejam vivenciando alguma circunstância de vulnerabilidade, dentre outras hipóteses”, ressalta.

Ela ainda pontua que a atuação da Defensoria Pública incide tanto no âmbito individual como no coletivo, podendo ocorrer dentro de um processo judicial ou fora dele.

“As pessoas que realizam essas orientações e defesas são chamadas de Defensores Públicos e Defensoras Públicas, e as pessoas que são atendidas pela Defensoria Pública são chamadas de assistidos e assistidas”, ensina.

Um projeto social para ir além

Pensando em lutar ainda mais pelas pessoas, Flávia Albaine lançou nesse ano o “Juntos pela Inclusão Social”.

O projeto teve início em Colorado do Oeste, cidade com pouco mais de 18 mil habitantes, mas vem ganhando notoriedade e abrangência por todo o Brasil.

O primeiro grande feito presencialmente foi uma palestra para mulheres na cidade em que é Defensora, porém, as participações já se estenderam para rodas de conversas no Estado, convites para eventos no Rio de Janeiro, em Minas Gerais, além de entrevistas em televisão com alcance nacional.

“Seja na Fan Page do projeto, futuramente em um site ou por meio de palestras, artigos publicados nas mídias ou participações em entrevistas, o grande  objetivo é divulgar as informações em benefício da inclusão social”, finaliza.

Serviço:

Juntos pela Inclusão Social – www.facebook.com.br/juntospelainclusaosocial

Categorias
Musica

Edson Mansur lança música “Me Esquece”

WhatsApp Image 2018-07-21 at 17.50.12O cantor Edson Mansur apresentou ao público, no ínicio de agosto, sua nova música “Me Esquece”. A canção traz seu estilo marcante e uma importante mensagem sobre crise em relacionamentos “quis trazer uma mensagem positiva aos meus ouvintes. Me Esquece é uma letra animada e que tem uma mensagem aos relacionamentos em crise.”

Edson Mansur é cearense, passou a infancia no Paraná mas adotou São Paulo como sua cidade de residência. Foi na metrópole que ele se viu diante dos desafios e oportunidades em seguir a carreira de cantor em paralelo a profissão de relações públicas.

Além do sonho e amor pela música, Edson concilia a carreira como relações públicas de importante padaria de São Paulo. É durante a noite e a madrugada que ele atende, com carinho e bom humor, o público mais diverso da cidade de São Paulo: “eu convivo com os mais variados tipos de pessoas. Desde artistas, pessoas anônimas, jovens, idosos, etc. E é lidando com o público, diariamente, que busco inspiração para continuar minha jornada.”.

Em seus shows interpreta diversos sucessos de duplas como “Victor & Léo”, “Jorge e Mateus” e o cantor “Mano Walter”, adicionando seu estilo raiz ao sertanejo universitário. Esse estilo levou o cantor a ser convidado a compor a programação dos eventos em casas de shows da cidade e região metropolitana de São Paulo.

No Instagram, @edsonmansurcantor, compartilha momentos com artistas que frequentam seu local de trabalho, os bastidores das participações em programas musicais e seus momentos de lazer ao lado da família.

Ouça o lançamento de Edson Mansur, “Me Esquece”:
https://www.youtube.com/watch?v=LM7Bhe-STZo