Categorias
Cultura Geral Noticias

Museus-Casas Literários comemoram aniversário de São Paulo com programação especial

No dia 25 de janeiro a cidade de São Paulo completa 464 anos e a Rede de Museus-Casas Literários não poderia deixar de comemorar o aniversário com uma programação especial. As instituições da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciadas pela Poiesis, oferecerão recital, show, palestra e passeio para celebrar a data.

Iniciando a programação, no dia 24 de janeiro, a Casa Mário de Andrade abre suas portas para a palestra Mário Fotógrafo, com o arte-educador e fotógrafo Marco Aurélio Olimpio. Das 19h às 21h, o público descobrirá um lado menos conhecido de Mário por meio de imagens feitas pelo próprio autor e poderá conhecer as técnicas usadas em cada uma delas. Já no dia 25, das 16h às 18h, o museu receberá o grupo musical Sambadas, formado por sete mulheres, que interpretará canções autorais, de vanguarda e do samba paulista.

O Encontro Peripatético, um passeio especial que ligará as três casas, também acontecerá no dia 25, a partir das 10h, com o tema Poeta visita poeta: a vida e a obra dos patronos de cada museu serão entrelaçadas ao longo do trajeto. Na Casa das Rosas, o foco será a relação de Haroldo de Campos com o romance Macunaíma, de Mário de Andrade. Na Casa Guilherme de Almeida, um documentário mostrará a importância da cidade de São Paulo na poética de Haroldo de Campos, e a paixão de Guilherme pela cidade. Finalmente, na Casa Mário de Andrade, o escritor se junta a seu contemporâneo Guilherme de Almeida numa palestra sobre a atuação de ambos como críticos de cinema. Os participantes desta caminhada poderão vivenciar aspectos da cidade revelados pela trajetória de três grandes escritores.

Para fechar as comemorações, a Casa das Rosas apresentará, a partir das 19h, o Recital para São Paulo, que incluirá poemas de Haroldo de Campos, Mário de Andrade, Oswald de Andrade, Guilherme de Almeida entre outros, além de canções de célebres compositores paulistanos.

 

Confira a programação completa em comemoração ao aniversário de São Paulo:

Palestra: Mário Fotógrafo

Quarta-feira, 24 de janeiro – das 19h às 21h

Por Marco Aurélio Olimpio

Local: Casa Mário de Andrade

Encontro Peripatético

Quinta-feira, 25 de janeiro – a partir das 11h

Locais: Casa das Rosas, seguida por Casa Guilherme de Almeida e Casa Mário de Andrade

Show: Sambadas canta sambas de São Paulo

Quinta-feira, 25 de janeiro – das 16h às 18h

Por Bianca Cruz e convidados

Local: Casa Mário de Andrade

Recital para São Paulo

Quinta-feira, 25 de janeiro – a partir das 19h

Local: Casa das Rosas

 

Fonte: AI Poiesis

Imagem: Divulgação

Categorias
Musica

Leo Maia Canta Tim no Casarão

O romance de Léo Maia com a música começou cedo, bem cedo mesmo. Talvez antes mesmo do dia 11 de 1976, data do seu nascimento. É que na alma de Léo, esta a música. uma herança do pai Tim Maia. Aliás, foi Tim que iniciou Léo no violão, quando o menino tinha 7 anos. Não demorou muito para que ele tirasse os primeiros acordes de “Sossego”.

Léo Maia dormiu ao som da Banda Vitória Régia, conviveu com músicos como Jorge Ben, Robertinho Silva e Paulinho Black e acordou com toda a inspiração do mundo e, com o tempo, foi traçando o seu próprio caminho artístico.

Em 2005, Léo lançou o seu primeiro disco, o Cavalo de Jorge, com 8 canções próprias, além de 5 covers. O repertório mostra para que Léo veio: não deixar ninguém ficar parado. O trabalho foi muito bem aceito e causou uma boa repercussão na mídia.

Cidadão do Bem (2008) foi o segundo albúm de Léo Maia. No repertório, muita Black Music, Rock e Soul em oito canções autorais e regravações de Caetano, Raul e Tim. Sopro do Dragão foi o terceiro album. Mais um sucesso que rendeu grandes shows para Léo.

O menino cresceu e sua música está mais madura e cativante. Músicas como “Canudinho” e “Diz que tem saudade” estão fazendo a cabeça do público e abrindo muitas portas para Léo Maia.

Ele se apresentará às 16h na Casa de Cultura Casarão da Vila Guilherme, na zona norte de São Paulo,  com Abertura de Thiago Barbosa às 15h00.  A Abertura do auditório ao público será às 14h00.

 

 

SERVIÇO:

Onde: Casa de Cultura Casarão da Vila Guilherme
Quando: Domingo, 21 de janeiro
Horario: 16h  (abertura do show será as 15h com apresentação de Thiago Barbosa)
Endereço: Praça Oscar da Silva, 110, Vila Guilherme

Lotação 250 pessoas

Entrada Gratuita!

Mais Informações na pagina do evento.

 

 

Imagem: Divulgação