Categorias
Politica

Chiquinho Scarpa vai se filiar ao PRB em São Paulo

O empresário Chiquinho Scarpa, 63 anos, quer entrar para a política. Segundo informações Scarpa vai se filiar nesta quinta-feira (2), ao Partido Republicano Brasileiro (PRB), suas pretensões é fortalecer a conscientização sobre a importância da doação de órgãos e defender a população paulista. O conde oficializará sua pré-candidatura a vereador em São Paulo.

No ato do panelaço pelo Brasil, Scarpa não perdeu a oportunidade, o conde paulistano fez o protesto bem ao seu modo batendo latinhas de caviar russo.

Categorias
Cultura Destaque Geral Noticias

Projeto propõe reflexão da participação do negro na Cultura Pop

identidade-zupi6

O Projeto Identidade é uma exposição fotográfica que apresenta ícones populares (originalmente brancos) representados por pessoas negras. A idéia é questionar como mais da metade da população brasileira se declara preta ou parda e ainda assim é difícil encontrar referências negras associadas a uma imagem positiva, um personagem negro numa telenovela que ocupe um alto cargo ou uma princesa negra.

O projeto idealizado por Noemia Oliveira e Orlando Caldeira e clicado por Guilherme Silva propõe uma reflexão sobre os valores estéticos impostos na sociedade brasileira, utilizando para isto a força da imagem.

Entre os modelos clicados estão algumas personalidades conhecidas como a atriz Juliana Alves e o modelo Taiguara Nazareth e também anônimos, como Cleidilson, garoto que ficou conhecido por ter pintado de negro personagens da Turma da Mônica, em uma prova da escola, dizendo não se reconhecer neles.

As fotos foram feitas no fim de 2014 e estiveram expostas no SESC Madureira (RJ) durante o mês de fevereiro de 2015. A ideia é que a exposição se torne itinerante!

identidade-zupi5

 

identidade-zupi1

Categorias
Destaque Geral

Justiça federal suspende transmissão da Rádio Vida

vida11134155_340704339461329_3605980664983018483_n

A Rádio Vida FM Ltda. teve suspensa a execução do serviço de radiodifusão sonora nos municípios de São José dos Campos e Mogi das Cruzes por ampliar ilegalmente a potência de transmissão e por ceder a concessão integral de sua programação para a Comunidade Cristã Paz e Vida, mediante ganho financeiro. A decisão liminar é da juíza federal Flávia Serizawa e Silva, da 6ª Vara Federal Cível em São Paulo/SP.

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou a emissora por infringir a Lei Geral das Telecomunicações (9.472/97), já que tinha apenas autorização para explorar o serviço de radiodifusão sonora a partir de São José dos Campos, com potência de 30 kW, mas que ilicitamente também transmitia de outra estação, sendo esta não autorizada, localizada em Mogi das Cruzes, com potência de 100 kW, sendo as irregularidades documentadas no Relatório de Fiscalização da ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações).

De acordo ainda com a Procuradoria, a Rádio Vida lucrou mais de R$ 20 milhões entre 2009 e 2014 ao “alugar” ilegalmente a frequência à Comunidade Cristã Paz e Vida, sendo que esta passou a gerar todo o conteúdo sem ter participado do necessário processo licitatório para exploração do canal. Diante do ganho ilegal, pediu a condenação dos réus no ressarcimento à União e na reparação de danos extrapatrimoniais.

A juíza considerou o pedido do MPF com relação à tutela antecipada, uma vez que os atos ilícitos poderiam ser cometidos diariamente com a manutenção do funcionamento das referidas estações de transmissão.

“Assim sendo, pela gravidade dos fatos relatados, e estando presentes os requisitos necessários, entendo ser imperiosa a concessão de antecipação dos efeitos da tutela, com a suspensão da execução do serviço de radiodifusão sonora da Rádio Vida FM Ltda. (96,5 Mhz), nos municípios de São José dos Campos e Mogi das Cruzes, bem como determinando que a União abstenha-se de conceder novas outorgas de serviços de radiodifusão aos réus”, declarou Flávia Serizawa.

A magistrada determinou ainda a indisponibilidade dos bens da Rádio Vida, da Comunidade Cristã Paz e Vida e de outros três réus por entender ser cabível, na medida em que se visa ao resguardo de eventual ressarcimento dos danos causados à União, em virtude da cessão ilegal da integralidade da transmissão.

 

Através de sua página mantida na rede social Facebook a Vida FM confirma a ação da Anatel na última quinta-feira e informa que continua no ar sem alterações em sua grade de programação através da internet no vidafm.com.br ; através do aplicativo para celular; ou através do Facebook (Basta clicar do lado esquerdo em OUÇA A VIDA FM). Não há informação se a medida tomada na quinta-feira será revertida pela emissora, ou seja, situação que promoveria o seu retorno ao 96.5 FM na Grande São Paulo. 

Fonte: Radio e Negócios  /  JusBrasil